Capacidade de fazer atividade física

Quando perguntados sobre a execução de atividades vigorosas, como correr, levantar objetos pesados ou prática esportiva intensa, apenas 10,4% das mulheres e 16,8% dos homens realizam sem dificuldade. De forma geral, os homens apresentaram maior facilidade para executar atividades vigorosas.

 
Tabela com a relação entre a realização de exercícios físicos rigorosos e gênero.
 

Observa-se maior facilidade, entre os respondentes, para a prática de atividades moderadas, como mover uma mesa, caminhar rapidamente, passar aspirador de pó ou varrer a casa. 50,4% dos homens e 42,6% das mulheres realizam atividades moderadas sem dificuldades.

Ainda assim, de forma geral, mais da metade da população apresenta alguma dificuldade para realizar tarefas moderadas.

 
Tabela com a relação entre a realização de exercícios físicos moderados e gênero.
 

É importante observar que tanto a idade como o IMC influenciam na capacidade de fazer atividade física para ambos os sexos.

 
Dois gráficos, um com a relação entre a prática esportiva e a idade e o outro com o IMC.
 

Por outro lado, há fatores que impactam positivamente na capacidade de realizar atividade intensas e moderadas, como a prática de musculação e exercícios aeróbicos.

 
Dois gráficos, um com a relação entre a facilidade na prática esportiva e a frequência na musculação e outro com a frequência de exercícios aeróbicos.
 

Apenas metade da população pratica atividade aeróbica regularmente. Dentre os três estados brasileiros mais populosos, o Rio de Janeiro aparece como o estado em que as pessoas praticam atividades aeróbicas com maior frequência na semana, seguido por São Paulo e Minas Gerais.

 
Duas imagens, a primeira é um gráfico com a relação de atividade aeróbica por estado e a outra é um homem levantando peso.
 

O esporte mais praticado entre homens e mulheres é a caminhada, com adesão de 40% dos homens praticantes de atividades físicas e 47% das mulheres. A segunda modalidade mais praticada é a musculação/treino funcional com 18% e 15% de adesão entre homens e mulheres praticantes de atividade física, respectivamente.

Na categoria “outros”, estão atividades como: pilates, yoga, hidromassagem e dança.

 
Gráfico com a relação de esportes praticados e o gênero.

Clique nos links abaixo para saber mais detalhes sobre a pesquisa “Saúde e qualidade de vida: A relação com os pés, tornozelos e joelhos”.

Características da amostra

Saúde e atividade física

Longevidade desejada

Dores nos pés, tornozelos e joelhos

Impacto das dores no cotidiano

Como as dores são tratadas

Características dos pés

Doenças crônicas