LiveZilla Live Help

Pedar – medição da pressão plantar dentro do calçado

A Pés Sem Dor dispõe de modernos equipamentos para medição da pressão plantar, e um dos mais importantes deles é o PEDAR. Esse é um equipamento alemão, usado em laboratórios de pesquisa, que permite a medição de pontos de pressão na sola dos pés. Para isto, um acessório do aparelho em formato de palmilha é posicionado dentro do calçado.

 

1. Aparelho PEDAR

1. Palmilha do PEDAR posicionada dentro do calçado.

 
Normalmente, a medição das pressões plantares é feita com um aparelho chamado baropodômetro, que é uma plataforma sobre a qual as pessoas andam descalças. Como resultado, ele também indica os valores das pressões na sola do pé. O baropodômetro é uma excelente maneira de captar os picos de pressão durante a marcha e também o tipo de pisada. Ele é uma das etapas a ser realizada durante o processo de avaliação, sendo fundamental para fabricação da palmilha, pois oferece informações do pé sem a interferência do calçado.

 

Baropodometria durante a avaliação dos pés.

2. Baropodometria durante a avaliação dos pés.


 

Já o PEDAR permite medir as pressões plantares (da sola dos pés) e testar a eficácia da palmilha enquanto a pessoa a usa em seu calçado.

 

Avaliação das pressões plantares com o Pedar

3. Avaliação das pressões plantares com o Pedar


 

Esse aparelho possui um sensor super fino e sensível, em forma de palmilha, que é colocado entre a sola do calçado e a palmilha. Em seguida, a pessoa coloca o calçado e anda normalmente, enquanto o PEDAR mensura as pressões na sola do pé a cada passo. Com isso, é possível verificar o quanto a palmilha auxilia na diminuição das pressões em diferentes situações, como andando ou correndo, e usando diferentes calçados como salto alto e sapatos sociais.

 
Com a ajuda de aparelhos como o Pedar, a Pés Sem Dor realiza testes com seus produtos e consegue fazer um controle de qualidade, garantindo que as palmilhas sejam efetivas em corrigir os erros na pisada (grandes causadores de dor) e reduzir as pressões plantares, como podemos observar nas imagens abaixo:

Escala de classificação das pressões plantares a partir das cores.

4. Escala de classificação das pressões plantares a partir das cores.

 

Comparativo das pressões plantares sem o uso de palmilha e com o uso de palmilha, respectivamente.

5. Comparativo das pressões plantares sem o uso de palmilha e com o uso de palmilha, respectivamente.

 
Na imagem, a cor rosa representa altos picos de pressão e a cor preta, baixos picos de pressão. Sendo assim, pode-se verificar na imagem em que a medição foi realizada sem o uso da palmilha, que a pessoa apresentou grandes picos de pressão na região dos calcanhares e na ponta dos pés (principalmente o direito). Essas representam áreas de dores, ou de risco de dor. Após inserir a palmilha no calçado, é possível notar a redução dessas pressões, com o desaparecimento de regiões rosas e vermelhas e a predominância de áreas pretas e azuis.

 
Outra importância do uso do PEDAR é para o controle de palmilhas feitas para diabéticos. Indivíduos diabéticos e neuropatas (isto é, que têm neuropatia periférica) correm o risco de desenvolver lesões nos pés nas áreas de maiores pressões. Por isso, a Pés Sem Dor possui a Palmilha Diabético Premium, feita exclusivamente para diabéticos, com controle feito semestralmente através de avaliações utilizando o PEDAR. Esse controle visa garantir a redução de, pelo menos, 30% das pressões plantares ao longo do tempo, o que diminui sensivelmente as chances do desenvolvimento de uma lesão.

 
O PEDAR é uma exclusividade da Pés Sem Dor, sendo a única empresa brasileira de palmilhas ortopédicas que investe em equipamentos de última geração, usados em pesquisa, para melhor desenvolver seus produtos e garantir a satisfação dos seus clientes.
 

LINKS DE TEXTOS RELACIONADOS