Cuidado com os pés

24 de dezembro de 2014

Os pés, muitas vezes esquecidos por nós, são muito importantes para a saúde do nosso corpo. São a primeira parte do corpo que entram em contato com o chão quando andamos, saltamos ou corremos. Por isso, é fundamental que eles estejam íntegros, sem dor e “funcionando” corretamente. Uma vez que há algum problema, não só os pés podem incomodar, como também todas as estruturas acima, como tornozelo, canela e joelho.

São muitas as condições que podem afetar nossos pés. Um problema pode vir de um simples calo, que dói e é esteticamente feio, até uma patologia mais severa, que limita a pessoa a realizar suas atividades de vida diária. Portanto, é fundamental saber um pouco sobre as patologias e algumas dicas de como cuidar dos nossos pés.

cuidado com os pés

Cuidados com os pés

 

Principais patologias nos pés

Antes de saber como devemos cuidar dos nossos pés, vamos entender um pouco mais o que pode afetá-lo. As principais patologias do pé são:
• Fascite plantar
• Esporão de calcâneo
• Metatarsalgia
• Neuroma de Morton
• Dedos em garra e em martelo
• Sesamoidite
• Joanete (hálux valgo)
• Hálux rígido
• Calos
• Bolhas
• Neuropatia (pé diabético)

Pode-se notar que a quantidade de problemas e dores relacionados nos nossos pés é grande. Todas essas patologias têm o que podemos chamar de origem mecânica, ou seja, tem algum fator relacionado ao movimento, estresses e sobrecargas no nosso corpo. Além dessas patologias também existem má formações (problemas genéticos e de nascença); doenças neurológicas, que afetam o pé; e traumas, como fraturas, amputações, etc.

 

Como cuidar do pé

Para cuidar do seu pé é fundamental tomar medidas preventivas, caso não tenha dores; ou se tiver, tentar resolver o mais rápido possível para que o caso não se agrave.

Como prevenção, as pessoas devem se ater ao uso de calçados adequados, ou seja, com tamanho ideal (em média um calçado 15mm maior que o tamanho do pé), com bom amortecimento para prática de atividade física e evitando o uso de saltos altos em excesso (veja o texto no blog sobre salto alto). Deve-se ater a uma prática regular de atividade física, com intensidade, frequência e volume de treino adequados (orientado por um profissional). Além disso, realizar alguns exercícios específicos para os pés pode ajudar, assim como alongamentos (veja o texto sobre alongamentos para os pés no blog). Por fim, manter um cuidado com a higiene dos pés (lavar e secar bem), cuidar das unhas (é indicado ir ao podólogo) e verificar sempre a condição da pele na sola do pé e entre os dedos.
No caso de dores nos pés é indicado fazer uma boa avaliação com um profissional treinado, para que o diagnóstico do problema e da sua respectiva causa seja preciso. Porque uma pequena dor pode se tornar um problema maior e uma condição no pé pode afetar outras regiões do corpo.
Usar palmilhas sob medida é uma ótima opção para prevenção e cura de problemas nos pés. A palmilha ortopédica redistribui a pressão na planta do pé e alinha as articulações, reduzindo a chance de lesões, aumentando o conforto e resolvendo problemas de dores.

cuidados com os pés 2

Dicas de cuidados com os pés

 

Procedimento de avaliação do pé

• Avaliação com fisioterapeuta treinado;
• Inspeção do pé em geral (pele, ossos, músculos);
• Identificação dos locais das dores nos pés, tornozelos e joelhos;
• Avaliação via palpação dos pés para verificar pontos de rigidez dos pés;
• Mensuração das pressões plantares e “gait line”, utilizando o baropodômetro alemão da Novel;
• Escaneamento dos pés, utilizando o scanner da Pedcad;
• Filmagem da marcha (caminhada).

 

Cuidados com pés diabéticos

O diabético demanda um cuidado ainda mais especial com os pés, por conta da neuropatia diabética (perda de sensibilidade nos pés – veja o texto sobre pés diabéticos no blog). Seguem algumas dicas para o cuidado dos pés, que pessoas com diabetes devem ter:
• Examinar os pés diariamente e ver se há bolhas, rachaduras, cortes, pele seca ou vermelhidão.
• Lavar os pés diariamente.
• Enxugar sempre muito bem entre os dedos.
• Cortar as unhas do pé regularmente, não muito curtas e em linha reta.
• Usar sapatos adequados (espaçosos, protegidos e sem costura) e não utilizar o mesmo sapato todo dia. É importante ter pelo menos dois pares de sapatos.
• Tratar dos pés com um podólogo.
• Fazer a avaliação da sensibilidade nos pés com um profissional treinado.
• Utilizar palmilhas sob medida para redistribuir pressão na sola dos pés: custam pouco, não são invasivas e não há contra indicação nem risco.
• Procurar tratamento com o seu médico se bolhas ou lesões nos pés não cicatrizarem rapidamente.

 

Quer saber mais sobre cuidados com os pés? Tem algum dúvida? Escreva para nós!