Dores nos pés

24 de novembro de 2010

A dor nos pés pode ser causada por uma série de motivos, sendo que a dor nas articulações e nos músculos são apontadas como as causas mais comuns. A osteoartrite crônica dos dedos e a alteração da arquitetura óssea, como o pé plano (pé chato), pé cavo (pé alto), joanete e calos também costumam oferecer incômodos – além de sequelas de fraturas e lesões.

Quando as dores são articulares, geralmente são ocasionadas por um mau alinhamento das articulações – que fazem com que os dedos permaneçam flexionados e formem calos. A cirurgia para o endireitamento dos dedos e a remoção das calosidades – aliado ao uso de calçados e palmilhas propícias – são os tratamentos recomendados.

Já a osteoartrite pode ser decorrente de diferentes posicionamentos do pé e de várias maneiras de andar – em especial a tendência de rodar o pé para dentro. O problema ainda é agravado pelo uso de calçados mais duros. Especialistas recomendam tratamento por deslocamento e extensão da articulação. Um corticoide (hormônio esteroide pro duzido pelas glândulas suprarrenais) também é alternativa para diminuir a inflamação no local.

 

Alívio

Independentemente do motivo, ocorre que ao final do dia a pessoa sente os pés inchados, com dores, e imediatamente se propõe a deitar e colocá-los para cima. De acordo com o ortopedista do Hospital São Luiz, Douglas Rocha Russo, levantar os pés pode ajudar a aliviar o incômodo: “É uma opção que provoca alívio imediato. Para isso, a pessoa precisa ficar descalça, levantar os pés a cerca de 45 graus e movimentar os dedos para estimular a circulação do sangue. É recomendável fazer isso durante 20 minutos”.

 

O poder da massagem

A massagem é comumente mencionada como tratamento para muitos tipos de dores nos pés. Ainda que o pé não esteja dolorido, a massagem pode – e deve – ser feita. Além da sensação relaxante, a massagem é bastante saudável para os pés. Isso porque exercita e estimula o fluxo sanguíneo da região. Também é um hábito que tem poder preventivo, já que quanto mais fortes e flexíveis forem os músculos dos pés, menor é a probabilidade de ficarem fadigados e/ou sofrerem uma lesão.

Para aqueles que passaram por algum tipo de cirurgia nos pés, a massagem é uma ferramenta de recuperação eficaz: ajuda a acelerar a regeneração do tecido e a fortalecer os músculos. Se não for possível a massagem pelas mãos, a pessoa pode utilizar-se de outros artifícios. “Também vale pisar sobre uma bolinha ou um pedaço de bambu, usar massageador elétrico ou de madeira”, orienta Alessandro Guerra, coordenador técnico de podologia.

 

Como fazer?

  • Apoie um pé sobre o joelho da outra perna e vire a sola para você.
  • Passe creme hidratante na sola ou nas mãos.
  • Use as duas mãos para virar o pé em direções distintas, como uma esponja
  • Com os polegares, massageie as solas em movimentos circulares e intensos. Parta da região atrás dos dedos e vá até o calcanhar
  • Bata suavemente com as costas da mão ou com a mão fechada.
  • Depois vire o pé e massageie o peito, com os mesmos movimentos.
  • Vá para os dedos. Puxe cada um levemente e massageie torcendo as laterais, da base do dedo para fora.
  • Recomendação: se algum ponto estiver tenso e doer, apenas pressione firme com os polegares, mantenha alguns segundos e solte.

 

blog 20101124 dores nos pés 1

 

 

Quer saber mais sobre dores nos pés? Tem alguma dúvida? Escreva para nós!