LESÕES LIGAMENTARES DO JOELHO

30 de maio de 2016

O joelho é uma articulação bastante complexa, que possui diversas estruturas relacionadas, como ligamentos, meniscos, músculos e ossos. Por conta disso, a região do joelho está constantemente propensa a sofrer uma série de lesões e, dentre elas, temos a lesão ligamentar.

Antes de falarmos sobre os principais tipos de lesões ligamentares do joelho, é necessário entender o que é um ligamento. Ligamentos são resistentes tiras de tecido fibroso, que ligam um osso a outro e são responsáveis por conferir estabilidade às articulações. No caso do joelho, em específico, os ligamentos são estruturas que impedem a rotação excessiva e a movimentação anormal da patela, do fêmur e da tíbia.

Os principais ligamentos do joelho são quatro: Ligamento Cruzado Anterior (LCA), Ligamento Cruzado Posterior (LCP), Ligamento Colateral Medial (LCM) e Ligamento Colateral Lateral (LCL).

 

Anatomia do joelho

1. Anatomia do joelho

 

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior (LCA)

O ligamento cruzado anterior garante a estabilidade rotatória do joelho e impede a translação anterior da tíbia sobre o fêmur. Geralmente, esse tipo de lesão acontece devido a entorses do joelho, sendo comum vir acompanhada de sintomas como inchaço, instabilidade do joelho e dor incapacitante. Praticantes de atividades de alta demanda física, como futebol ou basquete, possuem um risco mais elevado de sofrerem lesões no LCA.

 

Lesão do Ligamento Cruzado Posterior (LCP)

O LCP possui a função principal de evitar a translação posterior da tíbia sobre o fêmur, além de prevenir a rotação externa da tíbia. A forma mais comum de lesionar o esse ligamento é através de um impacto direto na face anterior da tíbia, o que pode ocorrer em traumas esportivos ou acidentes automobilísticos.

Em relação à incidência, lesões do ligamento cruzado posterior ocorrem com menos frequência do que lesões do ligamento cruzado anterior. No entanto, lesões de LCP tendem a causar grandes danos ao joelho, apresentando sintomas como sensação de instabilidade articular, fortes dores, sensibilidade e inchaço.

 

Lesão do Ligamento Colateral Medial (LCM)

O ligamento colateral medial possui a função de resistir às forças em valgo (isto é, que atuam de fora para dentro) e de rotação externa da tíbia, em relação ao fêmur. A lesão do LCM é a lesão ligamentar mais comum nos joelhos e ocorre quando o joelho é forçado de “fora para dentro”, o que pode ocorrer devido a traumas ou a esforços repetitivos.

O principal sintoma desse tipo de lesão é a dor na parte interna do joelho, que pode vir acompanhada de inchaço e sensação de instabilidade articular. Geralmente, o ligamento colateral medial apresenta boa cicatrização, desde que tratado devidamente.

 

2. Local de dor (lado interno do joelho)

2. Local de dor (lado interno do joelho)

 

Lesão do Ligamento Colateral Lateral (LCL)

O ligamento colateral lateral ajuda a manter a estabilidade do lado externo do joelho. As lesões nesse ligamento ocorrem quando o joelho é forçado de “dentro para fora” e podem manifestar-se como distensão, entorse ou ruptura.

Em relação aos sintomas, dependendo do grau da lesão, são frequentes as sensações de dor no lado externo do joelho acometido, além de inchaço e instabilidade da articulação.

 

3. Local de dor (lado externo do joelho)

3. Local de dor (lado externo do joelho)

 

TRATAMENTO DE LESÕES LIGAMENTARES DO JOELHO

O tratamento das lesões ligamentares descritas acima deve ser indicado por um médico especialista e pode variar de acordo com o grau da lesão, mas, em geral, há algumas recomendações importantes para alívio das dores:

 

  • Evitar o esforço do joelho acometido;
  • Elevar a perna afetada (mantendo-a sobre algum apoio) sempre que possível;
  • Realizar compressas de gelo por até 20 minutos, algumas vezes ao dia, no local de dor;
  • Uso de medicações, conforme indicação médica.
  • Utilizar palmilhas Pés Sem Dor, que ajudam na eliminação das dores e incômodos provenientes de lesões de ligamento no joelho.

 




Sorteio encerrado “O salto alto e a mulher brasileira”. Clique aqui e saiba quem são as 6 ganhadoras!