Palmilha para perna menor que a outra

19 de setembro de 2017

A diferença de membros é um problema que acomete mais da metade dos brasileiros e apesar desse número alarmante, nem todos dão a atenção necessária para a patologia.

Como identificar a diferença de membros

Um dos casos de diferença de membros mais marcantes é quem tem uma perna menor que a outra ou perna maior que a outra. Uma a cada dez pessoas sofrem com esse problema.

A dismetria das pernas são classificadas em três níveis, discreta, moderada ou grave.

 

Imagem ilustrativa mostrando a classificação da diferença de membros por tamanho.

Classificação da diferença de membros por tamanho

 

Se não tratada, até a menor das desigualdades podem trazer dores indesejadas, não apenas nos pés, mas por todo o corpo.

Tratamento da Dismetria

Para identificar e tratar a dismetria alguns exames são essenciais, principalmente aqueles que fazem imagens das diferenças. Entre os principais, podemos citar:

  • Escanometria;
  • Raio-x
  • Avaliação do sistema locomotor com Scanner 3D;

O tratamento deve ser feito o quanto antes e a melhor forma de tratar quem tem uma perna menor que a outra é utilizando palmilhas ortopédicas.

Mas não pode ser qualquer palmilha. Palmilhas genéricas vendidas em farmácias não ajudam em nada nesses casos, não possuem a regulagem necessária para sincronizar as duas pernas.

Palmilhas para uma perna menor que a outra devem ser feitas sob medida e de forma personalizada, para que a ocorra a compensação necessária entre as pernas.

Como as palmilhas atuam?

A palmilha Pés Sem Dor compensa a diferença de altura com uma elevação no retropé e, consequentemente, realinha todo o corpo e elimina todas as dores, além de prevenir a progressão dos desalinhamentos.

 

Imagem de uma criança que tem uma perna maior que a outra

Criança com uma perna maior que a outra.

 

Imagem de uma criança que tem uma perna maior que a outra com as palmilhas pés sem dor

Alinhamento das pernas com a palmilha Pés Sem Dor.

 

A compensação pode ser feita integralmente (de acordo com a diferença de membros) ou pode ser feita de forma progressiva, para que o corpo se adapte à correção.