Pé cavo x pé chato

5 de novembro de 2014

É muito comum ouvir falar que as pessoas têm pés cavos ou planos (chatos). Entenda como saber qual tipo de pé você tem e as implicações que esses tipos podem ter para você.

 

A classificação dos pés

Podemos classificar os pés das pessoas, de forma bem simplificada, em três grandes grupos. Aqueles que têm pés cavos, os que têm pés normais e os que têm pés planos (ou chatos). Por diferentes motivos, como influência genética ou desenvolvimento durante infância e juventude, as pessoas desenvolvem um diferente tipo de pé. É comum que na infância as crianças tenham um pé chato e ele se desenvolva em um pé normal durante a adolescência. Quando isso não ocorre a pessoa tem um pé plano ao longo da vida, podendo inclusive se agravar. Por outro lado, a criança pode ter o desenvolvimento excessivo desse arco e ter um pé cavo. É importante conhecer essas diferenças, pois elas podem ser fontes de dores e lesões.

 

Vamos entender melhor o que é um pé cavo ou chato e quais problemas eles podem causar.

 

Conheça o pé cavo

pé cavo

1. Pé cavo

 

O pé cavo é o que apresenta uma elevação na parte interna do pé (arco longitudinal alto), mesmo sob descarga de peso (quando em pé ou andando). Esse tipo de pé é geralmente rígido e tem pouca área de contato com o solo, sobrecarregando a área dos metatarsos (ponta do pé) e o calcanhar. Por isso o pé cavo amortece mal o impacto e pode levar a lesões como esporão calcâneo, metatarsalgia, fascite plantar, entre outras.

 

 

Conheça o pé plano (chato)

pé plano chato

2. Pé plano/chato

 

O pé plano é o que não apresenta formação do arco plantar, ou tem uma formação muito pequena desse arco. Esse tipo de pé é hipermóvel e não suporta o peso e o impacto como deveria. Sendo assim, muitas vezes está ligado a patologias como fascite plantar, canelite, síndrome femoropatelar (dor no joelho, na região da patela), entre outras.

 

 

Como posso saber qual tipo de pé eu tenho?

Existe uma maneira bem simples de saber qual tipo de pé você tem. Basta pegar uma folha de jornal, esticá-la no chão, molhar a sola do pé por igual, ficar de pé e pisar sobre a folha. É possível fazer isso com um pé de cada vez ou os dois ao mesmo tempo.

 

pé cavo pé chato

3. Tipos de pé: pé cavo e pé chato

 

Fique tranquilo porque ter o pé plano ou cavo não necessariamente representa um problema. No entanto, se você estiver apresentando dores, elas podem estar relacionadas a alteração no tipo de pé.

 

O que posso fazer para corrigir meu pé se necessário?

A melhor coisa é procurar um profissional gabaritado para identificar se a alteração no seu pé justifica seu problema. Sendo o caso existem exercícios e bandagens para ajudar a elevar o arco do pé, para aqueles que têm pé plano e algumas mobilizações e amortecimentos para aqueles que têm pé cavo.

Além disso, uma poderosa ferramenta de tratamento é a palmilha ortopédica. A palmilha oferece um suporte para cada pé de forma que preenche a falta de contato do pé cavo com o solo, diminuindo o impacto do pé com o chão e redistribuindo a pressão, ou oferece um suporte para o pé plano, melhorando sua estrutura e prevenindo as lesões associadas.

 

Quer saber mais sobre pé chato e pé cavo? Tem algum dúvida? Escreva para nós!