29 de setembro de 2016

“Procurei ortopedista devido uma diferença de membros, porém obtive como resposta que não era necessário corrigir, foi então que passei por uma avaliação da Pés Sem Dor. A principio achei as palmilhas caras, hoje acredito que não há dinheiro que pague o bem estar que elas proporcionam na minha vida.”




Sorteio encerrado “O salto alto e a mulher brasileira”. Clique aqui e saiba quem são as 6 ganhadoras!