Diferença de membros causa

Normalmente as pessoas que possuem o problema de desigualdade dos membros, não apresentam sintomas quando a diferença é pequena. Estima-se que metade da população apresenta alguma diferença entre os membros.

Porém, vale lembrar que mesmo nos casos discretos, o paciente que pratica atividades físicas de alto impacto com muita frequência podem apresentar desalinhamentos e dores.

As causas e os problemas gerados pela desigualdade dos membros estão associados a sua classificação. Existem dois tipos de classificação, uma de acordo com a origem causadora das diferenças dos membros, e outra relativa ao tamanho dessa diferença, que por sua vez, implica nos sintomas.

Classificação dos tipos de causas das diferenças de membros:

  • Estrutural: Quando a causa se da por ossos de tamanhos diferentes;
  • Funcional: Quando a causa esta relacionada a algum desalinhamento, como, por exemplo uma escoliose;
  • Ambiental: Quando a causa do problema é o ambiente externo, como uma rua desnivelada.

Classificação segundo o tamanho, em centímetros, da diferença entre os membros:

  • Discreta: Menor que 3 cm;
  • Moderada: Entre 3 cm e 6 cm;
  • Grave: Maior que 6 cm.

 

Diferença de membros causa

Diferença de membros causa

O QUE CAUSA A DIFERENÇA DE MEMBROS

As causas das diferenças dos membros estão associadas ao tipo de classificação.

Se a causa da diferença de membros for funcional, elas podem ser:

  • Da pelve ou da coluna (como é o caso das escolioses);
  • Dos joelhos e tornozelos (que tornaram um membro mais encurtado que o outro);
  • De fundo muscular (com uma musculatura mais fraca ou mais tensa que a outra, causando desalinhamento).

Se for estrutural:

  • Alterações congênitas ou genéticas;
  • Traumas com fraturas que consolidaram de maneira errada;
  • Problemas de consolidação das fraturas;
  • Traumas e infecções que podem ter perdas ósseas;
  • Osteoartrose, que acaba desgastando a cartilagem e os ossos.