LiveZilla Live Help

Da criança ao adolescente

Muitas vezes, as dores nos membros inferiores estão associadas a crianças (por estarem nas primeiras fases da vida e por isso estão em processo de desenvolvimento ósseo) e a pessoas mais idosas (por estarem em uma fase da vida ao qual os ossos são mais suscetíveis as dores).

Entretanto, a fase da adolescência também é um período em que aparecem muitas dores. Isso ocorre porque nesse período da fase o jovem passa por um estirão (pico de crescimento) o que pode gerar as famosas “dores de crescimento”, além disso, essa é uma fase em que o corpo do indivíduo sofre por diversas mudanças no corpo.

É normal o jovem se queixar de dores nas pernas, nos joelhos, nas coxas, na panturrilha e na região anterior das pernas devido ao crescimento rápido dos ossos.

As dores geradas pelas mudanças hormonais podem chegar até dois anos de duração.

Outro fator que gera as dores no adolescente é o aumento de atividades físicas, nessa fase é comum a prática de exercícios físicos em escolas, clubes, e a rotina diária e de treinos fica cada vez mais agitada. E claro, esse aumento de exercícios aliado ao estirão e alterações hormonais podem causar sobrecarga no corpo do adolescente, e consequentemente as dores no corpo.
 

Imagem mostrando adolescentes jogando basquete.

Esportes de Quadra.

O QUE PODEM SER AS DORES NOS ADOLESCENTES?

As dores causadas nos membros inferiores e na coluna podem indicar diversas patologias diferentes. É muito importante que um médico especializado acompanhe o crescimento do jovem para que através do diagnóstico, afaste outras patologias que podem ser confundidas com a dor de crescimento, como: tumores, artrite reumatóide, pequenas fraturas e lesões musculares.

Para a identificação dessas dores, o médico poderá fazer exames físicos, bem como o acompanhamento de ganho de peso e altura, e até o raio-x do local de dor.
 

Imagem de um médico.

Procure um médico ou fisioterapeuta.

PROBLEMAS MAIS COMUNS

Como dissemos anteriormente, o aumento nas atividades físicas, aliado ao estirão de crescimento e as mudanças hormonais, são os principais fatores que causam as dores nos jovens.

O problema mais comum acontece nos joelhos. Essa é a região mais afetada pelo crescimento exacerbado, o que predispõe um desalinhamento das articulações e também da coluna.

Os problemas mais comuns diagnosticados em consultas médicas são:

  • – Condromalácea femoropatelar (degeneração da articulação da patela com o fêmur);
  • – Síndrome femoropatelar (dor na articulação da patela com o fêmur);
  • – Tendinopatia (inflamação ou dor no tendão, principalmente patelar);
  • – Dores inespecíficas (ligadas ao aumento da atividade física).

COMO SOLUCIONAR ESSAS DORES?

Todos os problemas citados até aqui estão relacionadas e podem ser resolvidas pelo pé. É essa estrutura que apoia o corpo como um todo e consegue alinhar e adequar a distribuição de pressão sobre a planta do pé, isso, em sua normalidade, na ausência de algum fator problemático.

Para os casos em que existe algum problema que cause as dores, é indicada a utilização de alguma interface que deve ser colocado entre o pé e o calçado. Essa interface pode ser a palmilha ortopédica sob medida, ela auxilia, e muito, no alinhamento e na redistribuição da pressão plantar, se o pé não estiver fazendo isso adequadamente (como no caso do pé plano, por exemplo), deste modo, solucionado as dores.
 

Imagem mostrando jovens dançando em uma festa.

Adolescentes costumam levar uma vida muito agitada.