Calçado para Diabéticos

A diabetes afeta qualquer pessoa independentemente da idade, sexo ou raça e, se mal cuidado pode acarretar em diversas sequelas. Uma das mais comuns e perigosas são as lesões e úlceras nos pés, causadas pela perda de sensibilidade na região, conhecida como neuropatia periférica. É de suma importância que o portador de diabetes faça o uso frequente de calçados adequados. Saltos altos, bico fino e solado duro, que não absorvem o impacto e criam aumento da pressão na sola do pé, são os piores exemplos. O calçado para diabético deve ser macio, maleável e não pode ter costuras internas, para evitar zonas de fricção. O bico deve ser arredondado e reforçado para que os dedos possam movimentar-se. A sola deve ser rígida, mas flexível, e o calcanhar deve ter proteção.

 

Calçado para Diabético

Calçado para Diabético

É importante que a pessoa experimente seu calçado ao final do dia, pois é quando o pé pode estar inchado. Habitualmente, adquire-se um número acima do normal. O uso de calçados adequados junto de palmilhas sob medida Pés Sem Dor são ótimos aliados para os pés diabéticos. Após a avaliação minuciosa das pressões plantares e fatores de risco, as palmilhas sob medida Pés Sem Dor são confeccionadas com filamentos de TPU, com opções de diferentes durezas, de acordo com a necessidade do cliente. Estas durezas são obtidas pela porcentagem de filamento aplicado na palmilha. A palmilha minimiza o excesso de pressão plantar e redistribui a sobrecarga lesiva em determinadas áreas dos pés, prevenindo e protegendo contra úlceras plantares.