Neuroma de Morton

Localização do Neuroma de Morton

O QUE É NEUROMA DE MORTON:

O neuroma de Morton é um espessamento do nervo interdigital, que passa entre os dedos do pé, normalmente entre o terceiro e o quarto dedos, causando dormência e dor na ponta do pé (nos metatarsos).

Nessa condição, os ossos do pé, chamados de metatarsos, têm o espaço reduzido entre si e pinçam as estruturas que passam dentre eles. Com isso, é iniciado um crescimento desordenado do nervo interdigital, que na maioria das vezes passa entre o terceiro e quarto metatarsos. Esse nervo aumenta de tamanho, o que piora ainda mais a compressão, causando incômodo e dor na região.

O paciente sente que está pisando em uma pedra ou uma “bola”, principalmente quando usa sapatos apertados ou com saltos altos, pois esse tipo de calçado joga o peso do corpo para frente, aumentando a pressão na região dos metatarsos.

O QUE CAUSA O NEUROMA DE MORTON

Os principais fatores de risco para o Neuroma de Morton estão relacionados com altas pressões na região anterior do pé durante o passo ou compressão dos dedos e dos ossos da ponta do pé. Essa compressão pode ser decorrente de alguma alteração anatômica, atividades de alto impacto ou calçados inadequados. Veja a seguir alguns exemplos de fatores de risco:

  • Uso de salto alto e sapatos muito apertados, que aumentam a pressão na região durante o caminhar e comprimem os dedos;
  • Traumas na região, que podem causar lesões e inchaço, comprimindo o nervo;
  • Atividades de alto impacto, com grande exigência física;
  • Deformidade em pé equino (situação patológica na qual a pessoa fica sempre na ponta do pé);
  • Dedos em garra;
  • Joanete.
2. Como o pé se comporta no salto alto

1. Como o pé se comporta no salto alto

PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS DO NEUROMA DE MORTON

O Neuroma de Morton causa a sensação de estar pisando em uma pedra toda vez que o paciente apoiar a ponta do pé no chão e, por ser uma alteração nervosa, pode causar dormência, formigamento e “choques” nos dedos e na sola, além de ardor e cãibras. Dependendo do tamanho, o neuroma pode ser palpável e mobilizado.

Localização do neuroma de morton

2. Localização do neuroma e área de dor


3. Palpação da área de dor do neuroma (vista de cima)

3. Palpação da área de dor do neuroma (vista de cima)

COMO TRATAR E PREVENIR O NEUROMA DE MORTON

Para prevenir o aparecimento do neuroma, o paciente precisa mudar alguns hábitos e reduzir os fatores de risco, como usar calçados mais largos e confortáveis e, se for diagnosticado o neuroma, o paciente deve procurar um tratamento especializado com um médico e fisioterapeuta para a melhora dos sintomas. Os principais tratamentos são:

  • Reeducação do paciente, reduzindo o uso de salto alto e evitando atividades prejudiciais;
  • Mobilização do pé e eletroterapia;
  • Exercícios que ensinam a forma correta de andar e melhoram a mobilidade e o apoio dos pés.
  • Uso de palmilhas Pés Sem Dor.

 

Dicas para aliviar as dores do Neuroma de Morton 

Algumas condutas simples podem ajudar a aliviar os sintomas e podem ser feitas em quase todo lugar. Uma boa dica é massagear o local para diminuir a sensibilidade, diminuir a rigidez do tecido e melhorar o espaço para diminuir a compressão do neuroma. Aplicar gelo também diminui a dor na região e pode ser feito submergindo a parte anterior do pé em um balde cheio de água, com pedras de gelo, por 15 minutos. O importante é não prolongar essa aplicação por mais de 20 minutos. Anti-inflamatórios (prescritos por um médico) também podem ser utilizados e auxiliam no controle da dor e inflamação, mas esses devem ser aliados a outras terapias, pois o seu uso quebra o ciclo de dor e permite que os exercícios terapêuticos sejam realizados com melhor eficácia.

Massagem no neuroma de Morton

4. Massagem na área do neuroma de Morton

Palmilha para Neuroma de Morton

5. Palmilha para Neuroma de Morton

COMO A PALMILHA PÉS SEM DOR ATUA NO

Neuroma de Morton

A palmilha Pés Sem Dor redistribui a pressão que está concentrada sob os metatarsos, aliviando as pressões região. Além disso, ela possui uma elevação retrocapital (anterior aos metatarsos), que promove um suporte ao arco transverso do pé, aumentando o espaço entre os ossos metatarsos, abrindo caminho para o neuroma e eliminando a dor.

 

 

Para saber mais sobre Neuroma de Morton, assista ao vídeo abaixo:

diagnostico-neuroma6