Dor no lado de fora do joelho

A dor no lado de fora do joelho é um tipo de incômodo muito comum
entre corredores e acontece, principalmente, devido à prática intensiva de
atividades físicas. O diagnóstico mais comum para esse tipo de dor está
relacionado à Síndrome do Atrito da Banda Iliotibial (SABI), que é a 2ª lesão de
joelho
mais comum em atletas e representa 15% do total de casos. Outros
fatores, como obesidade ou algum desalinhamento dos membros inferiores,
também podem afetar o funcionamento do joelho e contribuir para o
desenvolvimento de dores.

O joelho é uma das maiores e mais complexas articulações do corpo humano e
seu funcionamento depende de várias estruturas, como meniscos, ligamentos,
músculos e ossos. Por causa dessa complexidade e, para que sua atividade
não seja prejudicada durante a movimentação, é essencial que tais componentes
realizem um bom trabalho em conjunto.

Para manter a estabilidade e evitar a sobrecarga, o joelho depende de
alguns componentes: os ligamentos, fundamentais para evitar a rotação
excessiva; os meniscos, que servem de suporte e aumentam a congruência
entre a tíbia e o fêmur e auxiliam na diminuição dos impactos entre esses
ossos; e os músculos, que ajudam na movimentação e na estabilização do
sistema locomotor em posições estáticas ou dinâmicas, como ficar em pé
ou correr.

Quando eles apresentam algum tipo de disfunção, o joelho pode
sofrer danos por sobrecarga em pontos específicos da articulação, podendo
gerar desgastes e dores. Alguns dos possíveis diagnósticos para dor no lado
de fora joelho podem estar relacionados a casos de artrose, tendinite,
bursite ou lesões de ligamentos e meniscos.

Dor no lado de fora do joelho

1. Corredor

 

CAUSAS DA DOR NO LADO DE FORA DO JOELHO

A principal causa da dor no lado de fora do joelho é a sobrecarga derivada da repetição contínua de movimentos e pode sofrer grande influência dos desalinhamentos do joelho ou do sobrepeso.

  • Joelho varo x joelho valgo

Devido ao aumento do ângulo de arqueação das pernas, as estruturas laterais do joelho ficam estiradas e a região medial sofre maior pressão, o que contribui para o desenvolvimento de dores no lado de fora de joelho. A Síndrome do Atrito da Banda Iliotibial é uma lesão crônica que sofre muita influência desse tipo de desalinhamento. A banda iliotibial é uma faixa de tecido com pouca elasticidade que está localizada entre a parte externa da coxa do quadril até a canela, que auxilia na estabilização e movimentação do joelho durante as atividades cotidianas, como andar ou correr. Ela é essencial para a estabilidade lateral dessa articulação.

Joelho varo e a dor no lado de fora do joelho

2. Joelho varo

 

Entretanto, o desalinhamento em varo contribui para o aumento do atrito entre a banda iliotibial e uma proeminência óssea do fêmur (conhecida com epicôndilo lateral), podendo gerar inchaços ou lesões. Geralmente, indivíduos com essa síndrome não conseguem definir o ponto exato de surgimento do incômodo e colocam a palma da mão sobre o lado de fora do joelho para indicar a região dolorosa. Já o desalinhamento em valgo apresenta uma maior proximidade dos joelhos e distanciamento entre os pés. Devido a isso, aumentam as chances do indivíduo desenvolver artrose ou tendinite do compartimento lateral.

 

Joelho valgo e ador no lado de fora do joelho

3. Joelho valgo

 

  • Sobrecarga e a dor no lado de fora do joelho

Praticar exercícios físicos, principalmente corridas, por longos períodos ou por grandes distâncias pode causar inflamações e lesões nas estruturas envolvidas nos joelhos. A banda iliotibial é uma das estruturas mais afetadas por esse tipo de estresse, muito devido ao atrito que ela sofre quando entra em contato com o fêmur e à grande repetição de movimentos dessa articulação.

O sobrepeso também é um grande vilão para o joelho. Devido ao excesso de massa, o joelho precisa suportar e articular uma maior carga, o que pode levar ao desgaste precoce das estruturas agregadas, como meniscos e ossos. É importante lembrar que, tanto para o sobrepeso quanto para o excesso de atividades físicas, o tipo de calçado, os desalinhamentos dos membros inferiores ou a fraqueza dos músculos podem influenciar diretamente na sobrecarga no joelho.

 

  • Lesão do menisco lateral

Os meniscos são duas estruturas fibrocartilaginosas em formato semicircular que servem para diminuir o impacto do fêmur sob a tíbia, evitando o desgaste e estabilizando o joelho. O menisco lateral está posicionado na parte externa do joelho e possui um movimento mínimo de rotação. Lesões de menisco são comuns e ocorrem, na maioria dos casos, por causa de torções no joelho. A maioria dessas lesões acomete o menisco medial (75%), mas também podem comprometer o menisco lateral.

 

  • Lesão de ligamento

Os ligamentos são estruturas responsáveis por estabilizar as articulações. No joelho, os ligamentos mais importantes são: o cruzado anterior (LCA), o cruzado posterior (LCP), o colateral medial (LCM) e o colateral lateral (LCL). A maioria dos casos de lesões ligamentares atinge o LCM e apresenta boa recuperação, quando recebem o tratamento correto.

O Ligamento Cruzado Posterior tem a função de evitar a movimentação da tíbia sob o fêmur, enquanto o Ligamento Colateral Lateral auxilia na estabilização e impede a abertura em varo do joelho. Em casos de lesões nessas estruturas, pode haver perda da instabilidade articular e necessidade de intervenção cirúrgica para melhorar a funcionalidade do joelho.

 

  • Artrite

A artrite é uma inflamação que acomete as articulações e suas causas podem ser as mais variadas possíveis, desde a degeneração natural das estruturas do corpo humano (resultado do avançar da idade) até as doenças autoimunes (como a artrite reumatoide). Não existe uma cura definitiva para a artrite, mas seu tratamento costuma ser eficaz. Ele é baseado no histórico do paciente e depende do tipo de do grau da inflamação, nos joelhos, mais ligada ao alinhamento em valgo, que sobrecarregará o lado de fora do joelho.

 

  • Artrose

A artrose é uma doença degenerativa progressiva que causa o desgaste da cartilagem que reveste os ossos. Acomete mais frequentemente os joelhos por causa das altas cargas que essa articulação recebe, causando rigidez e dificuldade na movimentação da articulação. Pode causar dor no lado de fora do joelho quando atinge a região lateral entre a tíbia e o fêmur.

Dor no lado de fora do joelho degeneração cartilagem

4. Degeneração da cartilagem

 

  • Tendinite do compartimento lateral

Tendinite é inflamação de um tendão e ocorre por causa da alta repetição de movimentos numa mesma região dos membros inferiores. Pode ser resultado do excesso de exercícios físicos ou treinos mal coordenados.

 

PRINCIPAIS SINTOMAS DE DOR NO LADO DE FORA DO JOELHO

Para identificar essa dor, o indivíduo deve dobrar o joelho em 45º. Se houver alguma dificuldade na execução desse movimento e o incômodo afetar a lateral do joelho e a coxa, pode significar que alguma estrutura lateral da articulação esteja comprometida.

 

COMO PREVENIR A DOR NO LADO DE FORA DO JOELHO

Para prevenir o surgimento de dor no lado de fora do joelho é importante seguir alguns cuidados:

    • Diminuir o ritmo e a intensidade dos treinos e atividades físicas, para evitar a sobrecarga do joelho;

 

  • Caminhar e aquecer antes da corrida, pois ajuda a preparar o corpo para exercícios mais fortes e evitam a sobrecarga logo no começo da atividade;

 

 

  • Utilizar tênis adequados, com pouca rigidez e desgaste;

 

 

  • Medicações, palmilhas Pés Sem Dor e fisioterapia também podem ser úteis;

 

 

  • Evitar caminhar sobre superfícies duras, como as de concreto;

 

 

  • Nas corridas, procurar alternar a direção nas pistas para evitar a aplicação de peso em apenas uma região do joelho. Pistas inclinadas ou descidas também devem ser excluídas dos treinos;

Atletas iniciantes devem preservar as pernas e evoluir a extensão dos treinos ao decorrer do tempo. Não é recomendável começar correndo muitos quilômetros, pois os membros inferiores ainda não estão preparados para receber tanta carga. Durante o tratamento para dor no lado de fora do joelho, o médico responsável poderá prescrever medicamentos específicos, como analgésicos ou anti-inflamatórios, e recomendar algumas medidas para evitar a sobrecarga na articulação.

O fisioterapeuta poderá, também, recomendar exercícios de fortalecimento dos músculos das pernas para aumentar a estabilidade do joelho.

 

DICAS PARA ALIVIAR A DOR NO LADO DE FORA DO JOELHO

Após o aparecimento das dores, é importante fazer uma avaliação com médico especializado, pois ele saberá indicar o melhor tratamento para cada caso individual. Exames de imagem ou físicos podem ser necessários para um melhor diagnóstico. Para amenizar as dores, algumas medidas podem ser tomadas:

  • Reduzir as cargas de treino até o diagnóstico ser realizado e o tratamento ser executado;
  • Durante o tratamento, pode-se trocar a corrida por outras atividades, como piscina, remo ou ciclismo;
  • Evitar subir escadas ou agachamentos, pois aumentam o atrito entre as estruturas envolvidas no joelho;
  • Fazer compressas de gelo pode ajudar em alguns casos, mas é bom lembrar que o alívio é apenas momentâneo e a dor pode persistir após algum período. Por isso é importante avaliar o grau da dor com profissionais da saúde;
  • Utilizar calçados confortáveis;
  • Usar palmilhas Pés Sem Dor.