Como resolver pé chato e pé cavo

Pé chato e pé cavo, são variações anatômicas referentes ao arco do pé, este que é responsável pela distribuição de carga e amortecimento de impacto.

Quando há variação anatômica de altura desse arco, tanto para os arcos mais baixos (pés chatos ou planos) quanto para os arcos mais altos (pés cavos), há uma perda de eficiência do amortecimento e absorção do impacto.

Os pés cavos tem relação com a supinação, indivíduos com essa característica são mais suscetíveis à problemas como: fascite plantar, metatarsalgia e dores no calcanhar.

Já os pés chatos estão associados à pronação, por consequência, os indivíduos com estas características tendem a adquirir problemas como: fascite plantar, insuficiência, tendinite do tibial posterior, dor no tornozelo, dor no joelho, sesamoidite e joanetes.
 

Imagem ilustrativa mostrando os tipos de pisada e suas denominações.

Tipos de arco

MEIOS DE RESOLVER PÉ CHATO E CAVO

Para casos de pé chato ou cavo, os tratamentos indicados pelos médicos são necessários somente quando as alterações estiverem acompanhadas de dores ou alguma outra patologia. Confira os tratamentos recomendados para cada caso:

Para pé cavo:

  • Fisioterapia, que fará a mobilização óssea desse pé, melhorando sua mobilidade.
  • Uso de palmilha Pés Sem Dor, que redistribuirá a pressão, retirando a carga de áreas de dor.

Para pé chato:

  • Fisioterapia, que fará exercícios para estimular a musculatura a sustentar e levantar o arco do pé.
  • Uso de bandagens, para erguer o arco do pé.
  • Uso de palmilha Pés Sem Dor, que dará suporte ao arco, melhorando a estrutura do pé.