Sobre a pesquisa: “O salto alto e a mulher brasileira”

Esta pesquisa, “O Salto Alto e a Mulher Brasileira“, teve a participação de 1.835 mulheres, de jovens à terceira idade, de todo o Brasil. Elas responderam um questionário com 90 perguntas.

A mulher brasileira tem em média 7,4 pares de sapatos de salto alto. 36% das respondentes têm mais de 10 pares, 87,5% das mulheres os usam para festas e eventos. 44,9% usam sapatos de salto alto de 1 a 5 vezes ao mês.

A frequência de uso varia entre o fim de semana e a semana. Durante a semana, os períodos de uso são mais longos.

53% das brasileiras indicaram que usam sapatos de salto alto menos tempo do que gostariam. 80,1% indicaram que a dor é o principal motivo para não usar sapatos de salto alto por mais tempo.

A altura do salto que as respondentes mais usam varia de acordo com a faixa etária. Conforme a idade avança, diminui o tamanho do salto. Mulheres de até 20 anos (43,2%), preferem usar salto acima de 8,5 cm.

Para eventos sociais, o salto agulha foi o modelo preferido por 24,8% das mulheres. O Meia pata ficou em segundo lugar com 23,3% e o de salto quadrado com 13,4%. Para o dia a dia, o modelo Anabela é o preferido com 32,8%, seguido pelo de salto quadrado com 16,9%.

O modelo de salto reto versus o curvado têm a preferência de 25% das mulheres. Surpreendentemente, as mulheres da terceira idade preferem o formato reto, que exerce mais pressão no antepé do que o formato curvo.

As mulheres gostam de comprar sapatos de salto alto. 73,2% compraram ao menos um par nos últimos 90 dias. 28,2% compraram 3 pares ou mais. 70,7% das mulheres costumam pagar cerca de R$ 199,00 ou menos por par de sapatos de salto alto.

O preço pago aumenta conforme a renda e a idade das respondentes. Não há interesse em pagar muito mais pelo modelo de salto alto dos sonhos.

69,6% das mulheres indicaram que usam meias finas com os seus sapatos de salto alto. A meia calça representa 69,2% do uso de meias.

95,7% das mulheres sentem dores nos pés, quando usam sapatos de salto alto. A intensidade da dor mediana é 5 (moderado) em uma escala de 1 a 10. 25,3% das respondentes disseram que sentem dor intensa (7 a 10).

62,1% das mulheres que sentem dores nos pés usando salto alto, não conseguem permanecer mais de 2 horas em pé sem sentir dores. 100% das mulheres que disseram sentir dores indicaram dor em algum osso do metatarso (região do antepé) . 75% das mulheres, que sofrem com dores quando usam salto alto, afirmaram sentir dores também quando usam sapatos sem salto.

Foram citadas as seguintes práticas para minimizar as dores: colocar os pés para cima (32,7%), fazer alongamento nos pés (16,3%), alargar o sapato (13,4%). Apesar de todas as respondentes indicarem que estariam dispostas a pagar em média apenas R$ 98,00 para eliminar as sua dores .

Além das dores, 59,4% das mulheres indicaram ter formigamento nos pés.

46,7% das mulheres também disseram sofrer com dores nos tornozelos por uso de salto alto. O valor mediano de dor é de 4 em uma escala de 1 a 10 (moderado).

37,6% das mulheres também disseram sofrer com dores nos joelhos por uso de salto alto. O valor mediano de dor é de 4 em uma escala de 1 a 10 (moderado).

44,8% das mulheres também disseram sofrer com dor na coluna por uso de salto alto, que piora conforme aumenta a idade. O valor mediano de dor é de 4 em uma escala de 1 a 10 (moderado).

41,5% das mulheres indicaram ter calos. Destas, 60,8% têm calos em cima dos dedos, local onde os sapatos de salto alto (modelo bico fino) apertam os pés.

61,9% das mulheres indicaram sofrer com bolhas nos pés quando usam sapatos de salto alto. 65,8% afirmaram que os seus pés incham com o uso.

35,7% indicaram que já sofreram quedas usando sapatos de salto alto, 55,4% já torceram os seus tornozelos e 21,7% não descem escadas, quando estão usando sapatos de salto alto.

Apesar de tantos infortúnios causados pelo uso de salto alto, foi questionado as mulheres “pensando em salto alto indique a prioridade quando o assunto é (10 fatores) ?” O resultado da enquete mostra os 10 fatores em ordem de prioridade:
 
Tabela indicando uma ordem de 10 fatores principais relacionados a importância do uso de salto alto.

A interpretação é que usando sapatos de salto alto, a busca pelo conforto é primordial devido às dores causadas pelo seu uso. Elegância e beleza são os objetivos de usar salto alto.

Impressionar outras mulheres tem mínima importância (18,0%). Podemos presumir que toda a dor e esforço ao usar sapatos de salto alto são para impressionar os homens?

Algumas constatações interessantes foram percebidas nas respostas:

  • A grade de numeração 34 a 39 atende 95,89% das mulheres brasileiras.
  • 18,8% classificaram os seus pés como robustos, 17,3% como magros e 63,9% os classificam como normal.
  • 26,8% das mulheres indicaram que a largura padrão dos calçados brasileiros não é adequada para elas.
  • 65,6% dos pés foram classificados como normais, 19,6% como cavos, e 14,8% como chatos.
  • Em relação ao formato dos dedos: 46,8% foram classificados como Egípcio, 22,3% como Romano e 28,4% com Grego.
  • 46% das mulheres têm algum grau de joanete. O de grau 2 causa dor em 82.7% das respondentes e dificuldades para comprar sapatos de salto alto adequados.
  • 5,5% das mulheres disseram ter dedos em garra, 3,7% em martelo e 9,83% sobrepostos.
  • Sobre a forma de andar, 65% disseram ter os pés apontados para frente, 25,5% para fora e 9,4% para dentro.

 
Imagem mostrando os saltos de uma mulher.
 
Clique nos links abaixo para saber mais detalhes sobre a pesquisa “O salto alto e a mulher brasileira”.
 
Características da amostra

Consumo de sapatos de salto alto – Quantos pares de sapatos de salto alto tem a mulher brasileira?

Consumo de sapatos de salto alto – Costume do uso do salto

Consumo de sapatos de salto alto – Modelos mais usados

Meias e outras considerações no uso de sapato de salto alto

Dores no uso de sapato de salto alto

Dores no uso de sapato de salto alto – Formigamento e outras dores

Calos, bolhas, inchaços e quedas e outras considerações

Prioridades de fatores no uso do sapato alto

Características dos pés

Características dos pés – problemas comuns