Categoria: Dor nos pés

As lesões que marcaram a história do futebol


Quando falamos sobre lesões, é comum automaticamente pensarmos em pancadas, constusões causadas pelo contato entre jogadores. Mas, sabia que a maior parte das lesões no futebol não acontecem por causa de pancadas? E sim por movimentos de rotação e explosão muscular! As contusões representam apenas 24,1% do total, contra 39% de lesões musculares, seguidos por 17,9% de torções e 13,4% de tendinites.

O clima de Copa do Mundo deixou os estágiários de comunicação da Pés Sem Dor um pouquinho nostálgicos. Por isso, separamos nesse post algumas lesões sofridas por jogadores, que entraram para a história do futebol. Veja só:

Ronaldo Fenômeno lesionado

Ronaldo Fenômeno lesionado

1. Ronaldo Fenêmeno, 2000
Em Abril de 2000, Ronaldo sofreu uma lesão no joelho direito equanto vestia a camisa do Inter de Milão, seu tendão patelar foi completamente rompido. “Era tão grave que algumas pessoas diziam que eu jamais voltaria a jogar futebol novamente. Que eu nem voltaria a caminhar. Quando meu joelho foi destruído, eu senti que a minha vida tinha sido levada embora”, escreveu ele no The Players Tribune.
Essa lesão por pouco não o tirou da copa de 2002, ano em que o Brasil conquistou o penta.

2. Maradona,1983
Em Setembro de 83, durante uma partida entre Barcelona e Athletic de Bilbao, um jogador deu um carrinho em Maradona, atingindo seu tornozelo esquerdo. O argentino fraturou o maléolo fibular e um dos ligamentos, causando uma forte dor no tornozelo. Ele precisou ficar um tempo afastado.

3. Ibrahimovic, 2017
A estrela do futebol suéco, Ibrahimovic sofreu uma séria lesão durante a Liga da Europa. O atacante vestia a camisado Manchester United quando saltou para disputar a bola e aterrissou apoiando-se na perna direita, que fez um movimento para trás ao invés de flexionar os joelhos. Ele ficou sete meses de recuperação.

4. Daniel Alves, 2018
O brasileiro sofreu uma lesão ligamentar no joelho direito, no mês passado durante a final da Copa da França, acontecimento que acabou tirando o craque da Copa do Mundo. A estimativa é que o lateral fique ausente dos jogos por seis meses.

Sem falar no nosso menino Ney, que sofreu uma lesão no quinto metatarso durante um jogo contra um time de frânces. Quer saber mais sobre a lesão dele? Fizemos um post só para ele (aqui).

Qual foi a pior? Tem alguma lesão que deveria ter entrado para a lista? Conta pra gente!

E vamos ficar ligados no jogo de amanhã, Brasil e Costa Rica, às 9h, no horário de Brasília. E não deixa de conhecer as nossas palmilhas para futebol! Elas protegem os pés contra grandes impactos e aumentam o desempenho do atleta, e sabe o que mais? Nada de bolhas no pé.
Neymastê.