Olho de peixe

31 de março de 2017

Como Identificar se você tem Olho de Peixe?

O olho de peixe é o nome dado a uma verruga que aparece nas mãos e principalmente na planta dos pés. A verruga “recebeu” o nome de olho de peixe pelo fato de que na maioria dos casos existem pontinhos pretos na superfície da lesão.

Esses pontinhos nada mais são que pequenos vasos de sangue coagulados, o que dá a aparência de olho de peixe a verruga. Os casos que não possuem os pontinhos pretos costumam ser confundidos com calos.

Causas

O vírus que causa o olho de peixe é o HPV, tipos 1, 4 e 63, assim no momento que entra em contato com a pele.

As pessoas com sistema imunológico não tão forte, como crianças e indivíduos que estão tomando analgésicos são mais propensos ao olho de peixe, já que o vírus se desenvolve mais facilmente em um corpo mais fraco.

Apesar da transmissão do vírus estar ligada ao contato direto, dificilmente ele é transmitido de uma pessoa à outra.

Andar descalço em torno de vestiários e piscinas, andar com o pé molhado, rachaduras com o pé seco, cortes ou arranhões são fatores que facilitam a propagação do vírus nos pés.

Também existem indícios de que o estresse excessivo possa estar ligado ao aparecimento dessa verruga.

 

Imagem de um homem correndo na praia com tênis.

Pés molhados facilitam o desenvolvimento do olho de peixe.

 

Sintomas

O olho de peixe não apresenta muitos sintomas, em alguns casos ocorrem fortes dores na região afetada no ato de caminhar, já que a verruga é constantemente pressionada ao chão.

Tratamentos

Existem diferentes formas de se tratar o olho de peixe, como:

  • Ácido salicílico – medicamento para remoção de camadas de uma verruga, um pouco de cada vez;
  • Congelamento (crioterapia) – terapia feita em um consultório médico envolve a aplicação de nitrogênio líquido na sua verruga, com um spray ou cotonete;
  • Outros ácidos – o seu médico pode raspar a superfície da verruga e aplicar ácido tricloroacético. Os efeitos colaterais incluem queimação e ardor;
  • Pequena cirurgia – seu médico corta a verruga ou a destrói usando uma agulha elétrica (eletrocautério e curetagem);
  • Tratamento com laser – o laser pulsado cauteriza os minúsculos vasos sanguíneos. O tecido infectado eventualmente morre, e a verruga cai.

Além desses tratamentos médicos, também existem algumas formas caseiras, que já funcionaram, de se retirar a verruga:

  • Aplicar sebo de vela quente na área afetada até sumir por completo;
  • Colocar casca de banana verde com band-aid antes de ir dormir;
  • Usar uma fita adesiva de prata cobrindo a verruga durante seis dias, depois, delicadamente você deve remover o tecido morto com uma placa de pedra-pomes ou lixa de pé.

Em hipótese alguma o paciente deve tentar arrancar “a força” a verruga, pois quanto mais cutucar a região afetada, maiores as chances de infecção.

Prevenção

Manter os pés limpos e secos, trocar calçados e meias diariamente, não andar descalço, principalmente em locais públicos, são ações básicas que ajudam a prevenir o aparecimento do olho de peixe nos pés.