Saiba tudo sobre a gota

3 de março de 2017

Você sabe identificar a Gota?

Nesse post você entenderá mais sobre todas as características que estão associadas com o problema de gota. Esta doença é muito comum no Brasil, mais de dois milhões de casos de gota por ano são indicados em nosso país.

Apesar de sua frequência, muitas pessoas ainda não entendem o que é esta patologia, mas já ouviram falar do problema pelo menos uma vez.

A gota também possui uma denominação muito interessante, “Doença dos reis“, isto porque antigamente, essa condição era muito comum e específica em classes mais ricas da sociedade, por conta da fartura na mesa dessas pessoas. Entretanto, não se sabia a relação entre a comida e o aparecimento da doença na época, mas hoje, sabe-se que o consumo elevado de carne vermelha, embutidos e gordura podem levar ao desenvolvimento da patologia.

O Que é?

Gota é uma doença causada pelo excesso de ácido úrico no organismo, essa substância leva à formação e o acúmulo de cristais nas articulações. Apesar de poderem ser formados em qualquer articulação do corpo humano, na maioria dos casos ocorre na articulação do dedão, e costumam ser dolorosos.

As dores oriundas da gota geralmente ocorrem em episódios isolados, o que significa que elas não geram dores todo o tempo. Normalmente, o indivíduo sente, subitamente, fortes dores em alguma articulação do corpo (podendo estar acompanhada de inchaço, vermelhidão e aumento da temperatura no local) que tendem a sumir em 1 ou 2 dias sem deixar outros sintomas aparentes. Em alguns casos, tal episódio pode voltar a se repetir após meses ou até mesmo anos, e o sujeito pode apresentar a deformação da articulação, com o surgimento de caroços e a rigidez na movimentação.

Imagem ilustrativa mostrando a formação de cristais de ácido úrico na articulação do dedão.

Gota.

 

Entenda melhor sobre o ácido úrico

Se você não entendeu direito sobre o que é esse ácido úrico que causa as gotas não tem problema, nós vamos explicar como ela entra em nosso corpo nos mínimos detalhes.

O ácido úrico é uma substância produzida naturalmente pelo organismo como resultado da digestão da purina (um tipo de proteína presente em carnes e alguns legumes que é filtrada pelos rins e eliminada por meio da urina). Acontece que alguns hábitos e problemas podem alterar a taxa dessa substância no sangue e quando em contato com o líquido lubrificante das articulações (sinovial) geram os cristais nas articulações. Entre os fatores que podem causar isto estão:

  • Aumento de consumo de alimentos com essa proteína;
  • Falha de funcionamento dos rins;
  • Pouco consumo de água.

Essas são apenas algumas das causas do aparecimento da gota, a seguir vamos ver mais sobre os fatores causadores do aumento da substância no sangue.

Causas da Gota

Como dito anteriormente a gota só aparece no corpo devido ao aumento de uma substância chamada de ácido úrico no sangue, contudo, esse aumento pode estar relacionado a diversos fatores:

  • Alto consumo de alimentos que favorecem a produção dessa substância pelo organismo, como carnes bovinas;
  • Mau funcionamento dos rins, que não filtram e eliminam corretamente a quantidade necessária do ácido na urina;
  • Interferência de medicamentos;
  • Histórico familiar;
  • Obesidade;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Colesterol.

Vale lembrar que, o consumo constante de bebidas alcoólicas também pode influenciar o funcionamento do corpo e aumentar a possibilidade de uma crise gotosa.

Tipos de Gota

A gota pode afetar o indivíduo de duas formas diferentes, para tal, damos um nome diferente para cada tipo de gota, são elas:

  • Gota crônica: ocorrência constante de crises de dor, que geram inflamação e apresentam maior probabilidade de formação de tofos (inchaços derivados do depósito de cristais de ácido úrico).
  • Gota aguda: episódio repentino e isolado com extrema dor.

 

Diagnóstico

O diagnóstico para gota é feito através da identificação de cristais de ácido úrico no líquido retirado da articulação. Sem esse procedimento não é possível diagnosticar a gota antes de descartar outras doenças.

O ácido úrico está presente em nosso corpo, os valores da substância considerados normais no sangue são de 3,4–7,0mg/dL para homens adultos e 2,4–6,0mg/dL para mulheres adultas. Vale ressaltar que o simples aumento dessas taxas não significa a presença de gota.

É muito importante procurar um médico especialista para uma avaliação mais precisa da sua condição. O acompanhamento médico é crucial, isto porque o aumento de ácido úrico no sangue também pode levar a maiores complicações, como o desenvolvimento de pedras nos rins e possível insuficiência renal crônica (com perda significativa da função dos rins).

Imagem de um médico.

Procure um médico ou fisioterapeuta.

 

Principais Sinais e Sintomas

Essa patologia é comum em homens entre 40 e 50 anos de idade, estima-se que dentre todos as pessoas com o diagnóstico de gota 95% delas são do sexo masculino. Entretanto mulheres na menopausa também possuem uma certa tendência à gota, isto ocorre porque as mulheres no período fértil produzem maior quantidade do hormônio estrogênio (que auxilia no fluxo renal), e, após a menopausa, os índices desse hormônio diminuem e pode haver o favorecimento do depósito de ácido úrico nas articulações e o surgimento da gota, quando não houver um bom controle alimentar.

Entre os principais sinais e sintomas da gota estão:

  • Intensa dor nas articulações, principalmente no momento da crise gotosa (que ocorre, principalmente, durante a noite). Após a crise, pode haver desconforto e rigidez no movimento articular;
  • Vermelhidão e inflamação;
  • Inchaço e possível formação de “caroços”;
  • Queimação na área atingida;
  • Febre, pois é a forma como o organismo tentará se proteger dos cristais depositados na articulação.
  • Dor repentina.

 

Imagem mostrando uma pessoa com dor no dedão.

Dor no Dedo do Pé

 

Tratamento para a Gota

Diferentemente de outras patologias, o tratamento para gota consiste em uma reeducação alimentar e no consumo de água do paciente, isso contribui para evitar a repetição de crises dolorosas ou a formação do tofos na articulação.

O tratamento por sua vez, deve ter o acompanhamento médico, o profissional deverá levar em conta o histórico familiar do paciente, a recorrência dos sintomas, a alimentação e o consumo de álcool do paciente. Imagens de raio-X podem determinar a existência de deformações articulares.

O médico também poderá prescrever o uso de medicação anti-inflamatória ou analgésica para aliviar as dores e diminuir a inflamação. Durante o tratamento, algumas medidas podem ser adotadas, como:

  • Diminuir o consumo de carne vermelha, feijão e frutos do mar;
  • Evitar a ingestão de soja, ervilha, caldos de carne e cogumelos;
  • Reduzir a quantidade de alimentos gordurosos, como sorvetes e frituras;
  • Aumentar o consumo de água e eliminar as bebidas alcoólicas do cardápio;

Ainda sobre o tratamento para gota, um dos medicamentos mais utilizados é o alopurinol. Essa substância tem a capacidade de inibir o funcionamento da xantina-oxidase (enzima responsável por digerir a purina e produzir o ácido úrico).

Com isso as chances de ter gota diminuem, porque a substância faz com que não haja acúmulo de cristais de ácido nas articulações. Contudo, o uso dessa substância só deve ser feito junto a uma prescrição médica, que também deve estar alinhada a uma alimentação correta.

Vale lembrar que mesmo com todos esses cuidados, o indivíduo ainda pode adquirir a doença, isso ocorre porque não existe uma prevenção efetiva para gota. Porém, os cuidados listados acima relativos a reedução alimentar e o consumo de água podem diminuir as chances de aparecimento do problema.

Como a palmilha Pés Sem Dor atua na Gota

As deformações causadas pela gota merecem atenção especial do paciente: elas aumentam a pressão articular em alguns pontos dos pés e podem intensificar as dores derivadas da gota, além de poderem causar o desenvolvimento de outras patologias.

Por essa razão, é importante fazer uma análise dos pés para otimizar a distribuição das pressões e evitar o agravamento da gota. Isso pode ser feito com o uso de palmilhas Pés Sem Dor, que são confeccionadas com base nas medidas individuais dos pacientes e ajudam no tratamento contra a gota.

Imagem ilustrativa mostrando como é a palmilha com arco plantar.

Palmilha com arco plantar.