LiveZilla Live Help

Joanete (hálux valgo)

joanete

O QUE É JOANETE:

O joanete é uma alteração anatômica caracterizada pelo desvio do dedão (hálux) em direção aos outros dedos e do primeiro metatarso (osso do pé) para dentro, criando uma proeminência no lado de dentro do pé.

O joanete, também conhecido com hálux valgo, é uma das patologias mais comuns nos pés. É uma condição progressiva que causa a inflamação de alguns tecidos do pé (por causa do desvio do dedão) e pode gerar muita dor e incômodos. Ele é muito mais comum entre mulheres (ocorrendo em uma proporção 10 vezes maior do que em homens) e, com o tempo, é normal encontrar sobreposição de dedos, artrose, bursite e até rupturas de tendões. Com isso, o paciente terá dificuldade para realizar atividade simples, como andar ou correr, além de maiores problemas para encontrar calçados que não machuquem.

O joanete/hálux valgo acomete mais a população feminina, porém também está presente no sexo masculino, sem idade definida para o aparecimento das alterações estruturais da articulação do dedão.

É um grande fator de limitações funcionais, como as atividades de vida diária, prática de atividades físicas e na contribuição para outras afecções do sistema músculo esquelético.

Devido a sua influência na biomecânica da marcha, o joante/hálux valgo altera o modo como o indivíduo caminha, seja por dor ou pelo desalinhamento da articulação, que intensifica o que chamamos de pronação (desvio da pisada para região medial).

A articulação do dedão é responsável pela maior estabilidade na pisada. Quando ocorre acentua o desalinhamento do dedão, como podemos observar no quadro abaixo, devido à evolução do joanete, acentua-se também a pronação, uma vez que o pé é a base de nosso corpo. Esta pronação irá influenciar nas articulações, como tornozelo, joelhos, quadril e coluna, levando ao aparecimento de outras afecções.

 

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é clinico, constitui uma avaliação, palpação, mobilização da articulação e procura por sinais comuns do joanete, como o desalinhamento, vermelhidão, eventuais edemas, podendo ter o auxílio do raio-x para analisar a gravidade da lesão.
 

O QUE CAUSA O JOANETE

O joanete é uma condição multifatorial e ocorre devido a uma soma de elementos. As causas mais comuns do joanete estão relacionadas ao tipo de calçado usado, a biomecânica do pé (tipo de pisada) e o fator genético. Essas, entre outras, causas são explicadas a seguir:

  • Calçados inadequados, principalmente os de bico fino, que forçam o dedão (hálux) para cima dos outros dedos;
  • 83% dos pacientes têm histórico de joanete na família;
  • Tipo de pé (grego e egípcio estão mais vulneráveis);
  • Pé plano e/ou pronação excessiva: é o caso das pessoas que pisam para dentro. Esse tipo de pisada força o dedão (hálux) sobre o chão a cada passo, fazendo com que o dedo seja jogado ainda mais para fora e para cima dos outros dedos;
  • Frouxidão ligamentar: ocorre em pessoas que têm os ligamentos do corpo um pouco mais frouxos. Os ligamentos e a cápsula que envolve a articulação do dedão ficam mais distensíveis e permitem o joanete/hálux valgo com mais facilidade;
  • Doenças reumáticas (como artrite, artrose e gota);
  • Pés planos ou popularmente conhecidos como pés chatos, apresentados na figura abaixo, também é um fator de predisposição ao joanete, pois este tipo de pé não apresenta o arco longitudinal medial preservado (a curvatura do meio do pé). Na maioria das vezes, este tipo de pé é acompanhado de uma pronação (como ilustrado no quadro 2 logo abaixo para melhor entendimento);
  •  

    Tipos de pés

    Tipos de pés


     

  • Pronação: é um desvio no padrão normal da pisada que consiste em rodar o pé para dentro (o interior) durante a caminhada ou corrida. No pé, a pronação apresenta um eixo de movimento inclinado, acontece principalmente na articulação subtalar e tem como resultado a eversão do calcâneo associada a uma rotação interna do tálus, gerando maior contato com a porção interna dos pés com o solo.
     
    Tipos de pisada

    Tipos de pisada


     

    Esse excesso de pressão associado com a compressão do calçado de bico fino desalinha essa articulação. Então, podemos ver que as causas do joanete não se dá apenas pelo uso de sapatos de bico fino ou apertados, é claro que estes contribuem bastante para o surgimento, porém fatores biomecânicos estão diretamente associado a sua incidência, tanto no sexo feminino, quanto no masculino;

  • Frouxidão ligamentar: ocorre em pessoas que têm os ligamentos do corpo um pouco mais frouxos (etses exercem uma função estabilizadora na articulação). Os ligamentos e a cápsula que envolvem a articulação do dedão ficam mais distensíveis e permitem o surgimento do joanete/hálux valgo com mais facilidade;
  • Superfície articular muito arredondada: contribui para o aumento da mobilidade do dedão/hálux, facilitando o desvio para lateral do mesmo, quando forças valgizantes, ou seja, que forçam o dedão para região lateral (no sentido dos demais dedos) são aplicadas ao dedão/hálux;
  • Pé egípcio: no formato do pé tipo egípcio, o dedão/hálux é maior que os demais dedos, o que favorece o desenvolvimento do joanete/ hálux valgo;
  • Pé grego ou índex minus: no formato do pé tipo grego, geralmente o primeiro metatarsiano (dedão), é menor que segundo, tal condição leva a uma insuficiência do primeiro dedo, favorecendo o surgimento de joanete/hálux valgo;
  • Afecções Neurológicas: como, paralisia cerebral, acidente vascular cerebral, traumas medulares, patologias congênitas, etc.
Comparação entre calçado adequado e calçado inadequado

1. Calçado inadequado x Calçado adequado

 

Tipos de pé e a predisposição ao joanete

2. Tipos de pé

PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS DO JOANETE

O joanete pode causar diversos sinais e sintomas que geralmente variam com a gravidade da patologia.

  • Edema na articulação do dedão/hálux, vermelhidão em torno da articulação;
  • Proeminência óssea na articulação do dedão/hálux;
  • Desalinhamento do dedão/hálux como ilustrado na figura acima;
  • Dores ao usar certos tipos de calçados, como calçados de bico fino;
  • Rigidez na articulação.

O joanete pode causar diversos sinais e sintomas, que geralmente variam com a gravidade da patologia. Pode-se classificar o joanete em 5 graus:
 

Estágios do joanete/Hálux Valgo

Estágios do joanete/Hálux Valgo


 

QUAIS AS COMPLICAÇÕES QUE O JOANETE PODE ME TRAZER?

Em muitos casos, o joanete não é acompanhado de dor, então, a busca por tratamento é tardio na maioria das vezes. Apesar de em muitos casos ser assintomático, o desvio na articulação do dedão prejudica a função dos demais dedos e da biomecânica da marcha.

Com o deslocamento da articulação para região do segundo dedo, diminui-se a área de estabilidade (uma das funções do dedão) causando o desequilíbrio pela falta de apoio do dedão/hálux, que agora encontra-se desalinhado.
 

Pisada errada

Pisada errada

COMO TRATAR E PREVENIR O JOANETE

O joanete é progressivo e uma vez que as alterações forem instauradas no pé elas não regridem. Então, quanto mais cedo o paciente mudar alguns hábitos e iniciar tratamento, maior a chance de evitar uma intervenção cirúrgica (casos muito graves).

Algumas dicas que podem ser seguidas são:

  • Reeducação do paciente para o uso de calçados mais largos e confortáveis (para prevenção do agravamento);
  • Uso de órteses e bandagens para melhorar o alinhamento [4];
  • Uso de separadores de dedos [5];
  • Tratamento fisioterapêutico especializado, com exercícios para fortalecimento da musculatura abdutora do dedão (músculos que abrem o dedo), alinhamento da pisada, elevação do arco plantar e medidas analgésicas para alívio de eventuais dores do joanete (eletroterapia, ultrassom e laser);
  • Uso de palmilhas Pés Sem Dor.

 

O DEDO VOLTA PARA SEU ALINHAMENTO NORMAL?

O pé é uma massa moldável que responde aos estímulos externos. Da mesma forma que acontece o desalinhamento pelos fatores mecânicos, é possível que com o uso de espaçadores noturnos ou órteses noturnas (como mostrados abaixo), obtenha-se uma melhora no alinhamento do joanete. Entretanto, o resultado depende muito do estágio do Joanete e da continuidade do tratamento com palmilhas e uso de calçados adequados. Por isso, é essencial a realização de uma avaliação minuciosa, para que sejam esclarecidas todas as dúvidas com um profissional especialista.

A primeira coisa a se fazer é evitar e corrigir o fator mecânico que levou ao desenvolvimento do joanete. Isto é identificado durante o exame de baropodometria e corrigido com as Palmilhas Sob Medida Pés Sem Dor, que retarda a evolução do joanete.

É essencial que seja avaliado o tipo de pé: uma inspeção minuciosa do grau que se encontra esse joanete/hálux valgo, identificação das regiões de dores, se assim tiver e, como já citada, a mudança de alguns hábitos como uso de calçados apertados e de bico fino.
 

Órteses e bandagens para joanete

4. Órteses e bandagens

Separador de dedos

5. Separador de dedos


 

Dicas para aliviar as dores do joanete 

  • Aplicar gelo em vez de compressas quentes, nunca ultrapassando 20 minutos de aplicação, sempre proteja a pele com uma toalha para que o gelo não a agrida;
  • Anti-inflamatórios (prescritos por um médico) podem ser usados para auxiliar no controle da dor e da inflamação, mas devem ser aliados a outras terapias. O seu uso quebra o ciclo de dor e permite que os exercícios terapêuticos sejam realizados com melhor eficácia.
  • Sempre busque comprar calçados confortáveis, que não aumente a pressão exercida nas articulações dos dedos. Busque calçados com bico quadrado ou arredondado;
  • Evite calçados de bico fino em forma de triângulo, pois esses tipos de calçados automaticamente causam um desalinhamento da articulação do primeiro dedo e um aumento da pressão nas articulações do primeiro e quinto dedo, como mostrado no quadro abaixo;
  • Fazer exercícios diários de movimentos com os dedos, com o pé descalço. Mantendo a mobilidade da articulação e melhorando a circulação e dor no local. Esses exercícios consistem em abrir, fechar e dobrar os dedos dos pés, como se quisesse agarrar algo com os dedos.
Exercícios para alongar os dedos dos pés

7. Exercícios de movimentos com os dedos

Palmilha para joanete

8. Palmilha para joanete

COMO A PALMILHA PÉS SEM DOR ATUA NO

joanete

Uso das palmilhas Pés Sem Dor: A palmilha Pés Sem Dor atua corrigindo a pronação, com uma cunha interna e um apoio específico ao arco plantar, ou com uso de outras peças podais, como piloto, barra retrocapital entre outros recursos disponíveis.

Com isso, conseguimos a melhora do fator mecânico que levou ao desenvolvimento do joanete/hálux valgo, retirando a força excessiva sobre o dedão (hálux), impedindo a evolução do joanete e melhorando a estética e função do pé.

Figura 8

Figura 8

 

Sorteio encerrado “O salto alto e a mulher brasileira”. Clique aqui e saiba quem são as 6 ganhadoras!