Dores no tendão de Aquiles causadas pelo salto

A pesquisa “O salto e a mulher brasileira”, que contou com 1.835 participantes, constatou que a maioria das respondentes não sofre com dores no tendão de Aquiles por conta do uso do salto alto.

Das 1.835 mulheres que participaram da pesquisa, apenas 37,3% afirmaram que sentem dores no tendão.

 

Imagem de uma tabela com a relação entre o uso de salto alto com a presença de dor no tendão de aquiles.

A tabela apresenta um erro de digitação, o certo seria sapato com salto.


 

Outro dado revelado pela pesquisa é de que quando maior o IMC, menor o percentual das que afirmaram que nunca tiveram dor no tendão de Aquiles.

 

Imagem de uma tabela relacionando o IMC com as dores no tendão de Aquiles.

Outro dado revelado pela pesquisa é de que quando maior o IMC, menor o percentual das que afirmaram que nunca tiveram dor no tendão de Aquiles.


 

CAUSA


Devido ao seu formato, o sapato de salto alto quando utilizado constantemente, faz com que os músculos da parte de trás da perna fiquem mais curtos e os da frente, mais longos.

O tendão de Aquiles é um dos principais acometidos por isso, podendo ser encurtado devido o uso frequente dos sapatos.

 

Imagem ilustrativa mostrando uma pessoa na ponta dos pés.

Andar de salto alto causa o mesmo efeito de andar na ponta dos pés.


 


MINIMIZANDO A DOR


As dores no tendão de Aquiles causadas pelo uso constante do salto alto normalmente são curadas com o tempo e repouso.

Nos casos de encurtamento, o tratamento consiste em exercícios fisioterapêuticos passados por um médico especialista.

As palmilhas Pés Sem Dor para salto alto atuam em todas as ocasiões, tanto para prevenir as dores quanto para auxiliar no tratamento nos casos de encurtamento.

Para saber mais sobre a palmilha para salto alto basta acessar aqui.

 

Imagem de uma tabela com as correções da palmilha Salto Alto Pés Sem Dor e seus respectivos efeitos.

Tabela: Correções da palmilha Salto Alto Pés Sem Dor e seus respectivos efeitos.