LiveZilla Live Help

Dores nos pés causadas pelo salto alto

A pesquisa “O salto alto e a mulher brasileira”, que consultou 1.835 mulheres, constatou que 95,7% das respondentes sentem dores nos pés ao utilizar sapatos de salto alto.

54% das 95,7% mulheres que sentem dores relataram que os incômodos não são muito frequentes e que as dores costumam serem leves e moderadas. Para as quase 42% das que afirmaram sofrerem com dores mais frequentes, a veemência dessa dor também aumenta, sendo predominantemente intensa.

 

Imagem de uma tabela relacionando a frequência e a intensidade das dores.

Dores mais frequentes também são mais intensas.


 

Um dos fatores que está diretamente ligado às dores no pé é o tempo em que a mulher passa em pé utilizando o salto. Mais de 62% das que sentem dor não aguentam ficar mais de duas horas de pé sem sentir dores.

A área mais afetada pelo salto alto são os metatarsos. 65% disseram sentir dor em todos os metatarsos, enquanto que todas as respondentes afirmaram sentir dor em algum metatarso.

 

Imagem de uma tabela com as regiões mais afetadas pelo salto alto.

Metatarsos são os mais afetados.


 


Esse dado muda completamente de acordo com o calçado utilizado, já que o calcanhar foi a região indicada como mais dolorida quando calçam sapatos sem salto.

 

Imagem de uma tabela com dados sobre a área mais afetada pelos sapatos sem salto.

Calcanhar se torna o mais afetado em sapatos sem salto.


 

CAUSA


As dores no metatarso causadas pelo salto alto estão relacionadas ao tamanho, quanto maior o salto, maior é a pressão nos metatarsos, os deixando sobrecarregados.

 

Imagem ilustrativa representando a relação do tamanho do salto com a pressão sob os metatarsos.

Quanto maior o salto, maior a pressão nos metatarsos.


 


O tamanho dos sapatos, por serem mais finos e apertados, além de causar dores nos dedos, no dorso e no arco do pé, também podem ser causas determinantes no aparecimento de calos, bolhas e unhas encravadas.

MINIMIZANDO A DOR


O salto alto, devido a sua espessura, já é “naturalmente” desconfortável. Além de apertar o pé, dificulta a utilização de acessórios em seu interior.

Por conta disso os métodos caseiros são bem válidos e efetivos quanto às dores causadas pelo salto.

 

Imagem de uma tabela com os dados sobre as medidas tomadas para aliviar as dores causadas pelo uso do salto alto.

Colocar os pés pra cima é a medida mais adotada para aliviar as dores.


 


O problema desses métodos é que quase todos são possíveis apenas após a utilização do salto, ações que não são plausíveis durante um evento ou uma festa.

Para um maior conforto enquanto veste o salto, as palmilhas Pés Sem Dor próprias para salto alto são indispensáveis.

PALMILHAS PÉS SEM DOR


A palmilha para salto alto Pés Sem Dor diminui as dores provenientes do uso do salto. Ela atua ajudando a redistribuir a pressão localizada sob os metatarsos, aliviando a tensão na região. Para isso, há um piloto (apoio retrocapital), que aumenta o espaço entre os ossos da ponta do pé, melhorando o apoio nas cabeças dos metatarsos e amenizando a dor. Além disso, a palmilha conta com um preenchimento de arco de acordo com cada tipo de pé e possui um ponto de alívio na região do calcanhar.

 

Imagem ilustrativa de uma palmilha da Pés Sem Dor própria para salto alto.

As palmilhas para salto são mais finas que as normais.