LiveZilla Live Help

Artrose

artrose

O QUE É ARTROSE:

A artrose, também conhecida como osteoartrose ou osteoartrite, é uma doença degenerativa e progressiva que acomete as articulações. Ela começa com o aumento do atrito entre os ossos e pode evoluir para a destruição total da cartilagem, com formação óssea (osteofítos) na articulação e deformidades. É uma doença que não tem cura, mas os tratamentos costumam ser muito eficazes, ajudando a melhorar ou acabar totalmente com os sintomas.

A artrose é a doença mais comum do sistema musculoesquelético, atingindo mais da metade da população acima dos 65 anos, e causa o desgaste da cartilagem que reveste os ossos, principalmente nas articulações que recebem maior parte da carga do corpo humano, como a coluna, o quadril e os joelhos. É uma doença de caráter progressivo e deve ser tratada com atenção desde os primeiros sinais de manifestação, pois pode causar a degeneração do osso e limitar a movimentação do paciente.

A cartilagem é uma estrutura responsável por amenizar o atrito e diminuir o impacto direto entre as extremidades ósseas, diminuindo a sobrecarga e impedindo danos nas articulações. A artrose é o desgaste deste componente e faz com que o atrito entre os ossos aumente, causando a destruição de parte da cartilagem e de outras estruturas próximas, como a membrana sinovial e o líquido sinovial (responsável por “lubrificar” a cartilagem).

Em estágios avançados da doença, pode haver a calcificação de alguns pontos da articulação (osteófitos), derivados dos danos da cartilagem, e limitação do movimento. Esses pontos são conhecidos popularmente como bicos de papagaio e levam a formação de proeminências ósseas, que são mais frequentemente vistas na coluna.

TIPOS DE ARTROSE

A artrose pode ser classificada em dois tipos:

- Primária: quando não há uma causa específica para o início do desgaste da cartilagem e está associado ao uso excessivo da articulação, como, por exemplo, a idade avançada, o sobrepeso e a prática intensiva de atividades físicas com alto impacto.

- Secundária: quando existe algum fator que marcou o de início do desgaste da cartilagem, como fraturas na articulação, doenças e deformidades.

O ponto de partida da doença acontece quando existe um aumento de carga ou falha dos fatores protecionais da articulação (músculos, ligamentos, cápsula articular, meniscos), deixando-a vulnerável, o que pode levar ao início do desgaste da cartilagem. A artrose é classificada da seguinte forma:

 

Classificação de artrose

1. Classificação de artrose

A doença inicia com uma redução do espaço da articulação, que perdeu a estabilidade, e pode apresentar osteófitos, que é o crescimento ósseo em volta da articulação, na tentativa de restaurar a estabilidade perdida. No grau mais grave dessa doença, o espaço articular praticamente acaba; a articulação apresenta grandes osteófitos; pode crepitar, estalar ou ranger; e existe a perda de movimento e rigidez (que normalmente piora no frio).

O QUE CAUSA ARTROSE

Por ser uma doença multifatorial e que acomete muitas pessoas, a artrose pode estar relacionada com genética, sexo, etnia, densidade óssea, fatores nutricionais e metabólicos, mas as causas principais são:

  • Desalinhamento das articulações, que causa o aumento do impacto e do processo degenerativo;
  • Excesso de carga, que pode ser derivada do sobrepeso ou do aumento de atividade física sem a preparação adequada.
  • Fraqueza muscular: a musculatura é o principal fator de proteção para a articulação e, quanto mais fraca estiver, mais vulnerável estará à artrose.
  • Alteração no tipo de pé (pé plano ou cavo demais), que causa desalinhamento e desgaste articular. Quanto mais velha for a pessoa, maior será a tendência a desenvolver um pé plano e um desalinhamento prejudicial.
  • Cirurgias prévias: alguns processos cirúrgicos, como a retirada de meniscos ou reconstrução ligamentar, podem deixar a articulação instável e levar à artrose.
  • Traumas e lesões nas articulações, fratura articular, desigualdade de membros ou uma displasia causará dano na cartilagem e o desalinhamento da superfície articular, levando a uma artrose precoce.

O joelho varo é um desalinhamento dos membros inferiores que faz com que o indivíduo fiquei com as pernas arqueadas, o que contribui para a sobrecarga na região medial e estiramento das estruturas laterais. O alinhamento do joelho em valgo contribui para a sobrecarga na região lateral e estiramento das estruturas mediais.

Joelho varo, que leva a impacto e artrose no lado medial do joelho

2. Joelho varo, que leva a impacto e artrose no lado medial do joelho


Joelho valgo, que leva a impacto e artrose no lado lateral do joelho

3. Joelho valgo, que leva a impacto e artrose no lado lateral do joelho

PRINCIPAIS SINAIS E SINTOMAS DA ARTROSE

A artrose pode evoluir sem sintomas e ser diagnosticada em estágios mais avançados, mas alguns sinais podem ser indícios da doença, como a crepitação ou estalidos na articulação durante o movimento. O principal sintoma da artrose é a dor, e pode estar ligada a:

  • Rigidez da musculatura ao redor da articulação;
  • Redução da força muscular;
  • Perda de amplitude de movimento;
  • Perda de equilíbrio, se a articulação ajuda a suportar o peso do corpo, como o tornozelo, joelho e quadril.

COMO TRATAR E PREVENIR A ARTROSE

O diagnóstico da artrose deverá ser feito por um médico especialista que irá avaliar a sensibilidade da região afetada e os limites de movimento da articulação (para detectar a rigidez e a dificuldade em executar manobras simples com os membros inferiores). Será analisado o histórico do paciente e da família (para checar o fator hereditário), a ocorrência e a duração das dores.

Exames de imagem podem indicar o desgaste nas áreas em que o paciente sente os incômodos, além de ilustrar o grau de desenvolvimento da doença. O raio-x, mesmo não exibindo a cartilagem, pode ser muito útil para o diagnóstico da artrose.

Em geral, a prevenção e o tratamento da artrose estão relacionados ao ganho de estabilidade da articulação e à melhora do alinhamento e, para conseguir isso, é necessário o aumento da força muscular e do equilíbrio, por meio de:

  • Fisioterapia, que indicará exercícios específicos para o fortalecimento da musculatura próxima de região, além de reduzir a dor e melhorar a postura do paciente para a realização de atividades cotidianas (a maneira correta de andar, varrer a casa sem sobrecarregar a coluna ou os joelhos, a forma de sentar, etc.);
  • Emagrecer, para diminuir a sobrecarga nas articulações (aplicável, principalmente, em pessoas com sobrepeso);
  • Diminuir a prática de atividade física de alto impacto;
  • Aplicar compressas de gelo para aliviar as dores, controlar a inflamação e o inchaço;
  • Utilizar medicação anti-inflamatória e analgésica prescrita por médico;
  • Uso das palmilhas Pés Sem Dor;
  • O uso de bengala no lado contralateral reduz a carga na articulação;
Significativa diferença de sobrecarga de peso entre pessoa com e sem apoio

4. Significativa diferença de sobrecarga de peso entre pessoa com e sem apoio

Existem casos que, mesmo com o uso de medicamentos orais e fisioterapia, ainda existe uma dor intensa, para isso, pode ser indicada a realização de injeções de medicamentos diretamente na articulação na articulação, as chamadas infiltrações, utilizadas principalmente no joelho. Geralmente são utilizados corticóides (um tipo de anti-inflamatório potente) ou ácido hialurônico (que é um componente lubrificante do líquido sinovial e aumenta a nutrição da cartilagem). Esse é um procedimento invasivo e deve ter prescrição e aplicação somente por médicos.

Para os casos mais graves existe o tratamento cirúrgico. Pode ser realizada uma artroplastia, que consiste na colocação de uma prótese que substituirá a articulação acometida.

palmilha para artrose

5. Palmilha Pés Sem Dor

COMO A PALMILHA PÉS SEM DOR ATUA NA

artrose

A palmilha Pés Sem Dor promove o alinhamento dos pés, tornozelos e joelhos e eventual desigualdade de membros. Dessa forma, a palmilha alinha os ossos uns sobre os outros, deixando a superfície articular com carga distribuída de forma uniforme. Assim, reduz a sobrecarga e a inflamação nas articulações, ajudando na melhora das dores e diminuindo a progressão do desgaste da superfície articular. Além disso, ela promove melhor a distribuição da pressão plantar e o amortecimento de impacto.

5. Palmilha Pés Sem Dor

5. Palmilha Pés Sem Dor