Dor no dedão

O hálux, popularmente conhecido como “dedão”, é uma região composta
por dois ossos: a falange proximal e a falange distal. A falange proximal
é conectada com o primeiro metatarso, por meio da articulação
metatarsofalangeana, e com a falange distal, por meio da articulação
interfalângica.

Junto à articulação entre a falange proximal e o primeiro metatarso também
estão localizados dois pequenos ossos esféricos, chamados de sesamoides,
que funcionam como uma polia (aumentam o poder de impulso e a eficiência
da musculatura durante as caminhadas).

O dedão é fundamental para o corpo se manter estável durante o andar:
ele é o dedo que recebe maior parte da carga e ajuda a manter o equilíbrio.
Devido a isso, também é um dos dedos mais suscetíveis à ocorrência de
dores. Os possíveis diagnósticos relacionados à dor no dedão têm ligação
com casos de hálux valgo (joanete), hálux rígido, sesamoidite
ou unha encravada.

dor no dedão pé

1. Ossos do dedão

As causas da dor no dedão

As principais causas para a dor no dedão estão relacionadas ao excesso de carga e pressão aplicada na região, ou à ocorrência de traumas e lesões. Tais traumas ocorrem, de forma involuntária ou não, quando o dedão se choca com algum obstáculo sólido (como sofás, camas, portas, etc.) ou quando algum objeto cai sobre o hálux. Após o trauma, se surgirem inchaços, vermelhidão ou dores agudas, deve-se fazer acompanhamento com médico especializado, pois podem ser indícios de problemas mais graves.

 

Pessoas com a pisada pronada têm uma alteração fisiológica que faz com que os pés apresentem um movimento exagerado “para dentro”. Ou seja, por causa disso as pressões aplicadas nos pés são distribuídas de forma desigual e sobrecarregam o dedão, podendo gerar dores ou até lesões mais graves, como fraturas por esforço repetitivo.

dor no dedão pé pisada pronada pronação

2. Pisada pronada e a dor no dedão

  • Unhas encravadas e a dor no dedão

Outro fator que pode ocasionar dor no dedão são as unhas encravadas. Elas surgem por causa de unhas mal cortadas (ao contrário do que as pessoas pensam, as unhas devem ser cortadas com a ponta reta e não arredondadas), por causa de batidas ou fatores genéticos. As unhas do dedão são as que costumam encravar com maior facilidade e devem receber atenção especial.

  • Calçados inadequados e a dor no dedão

O uso de calçados com salto alto ou bico fino ajuda a sobrecarregar e apertar os dedos dos pés, podendo gerar calos ou desalinhamentos. Tênis rígidos ou apertados também podem ser prejudiciais à saúde dos pés.

dor no dedão pé salto alto sapato calçado

3. O uso de salto e a dor no dedão

Principais patologias que causam dor no dedão

É uma inflamação nos ossos sesamóides (pequenas estruturas esféricas ligadas nas articulações entre o dedão e o primeiro metatarso que servem para aperfeiçoar a musculatura durante o andar) e pode causar dores bem localizadas na base do dedão.

dor no dedão pé osso sesamoide

4. Ossos sesamoides

 

Geralmente causado por fatores genéticos, o joanete é uma protuberância no dedão que se forma devido ao desvio do hálux em direção aos outros dedos e do primeiro metatarso para o outro lado.
Além de ser uma patologia que causa deformações estéticas, o joanete pode contribuir para a sobreposição dos dedos e a inflamação de tecidos do pé, podendo gerar dores e incômodos.

dor no dedão joanete

5. Joanete

 

O hálux rígido é um tipo de artrose do dedão (degeneração da cartilagem que reveste os ossos da articulação metatarsofalangeana – 1º metatarso e falange proximal) que causa dor e limitação do movimento do hálux. Geralmente, acomete pessoas que praticam atividades físicas intensas por grandes períodos de tempo e ocorre por causa da sobrecarga prolongada no primeiro metatarso.

dor no dedão joanete inflamação inflamado articulação

6. Inflamação da articulação

 

O tratamento da dor no dedão

O tratamento para aliviar as dores no dedão varia de acordo com cada caso e o acompanhamento médico é necessário para um melhor diagnóstico. Alguns médicos recomendam o uso da palmilha de fibra de carbono nos casos em que o movimento do pé deve ser diminuído, como, por exemplo, o hálux rígido e alguns tipos de artrose.

Algumas medidas, como aplicar gelo na região dolorida, manter o pé em repouso, diminuir a carga de atividades físicas, podem ajudar na recuperação do dedão.

Como as palmilhas pés sem dor atuam na dor no dedão

O uso de Palmilhas Pés Sem Dor auxilia na melhor distribuição das pressões aplicadas no dedão e ajudam a aliviar as dores. Para isso, elas possuem um amortecedor na região do hálux e uma cunha interna para diminuir a pronação ao andar, o que contribui para a diminuição do impacto no dedão.

dor no dedão palmilha alivio conforto pés sem dor

7. Palmilhas Pés Sem Dor para dor no dedão

 

Palmilhas de fibra de carbono Pés Sem Dor

A Pés Sem Dor fabrica uma palmilha sob medida de Fibra de carbono, um produto recomendado pelos médicos em alguns casos específicos. É um material que não dobra e extremamente forte, utilizado na construção dos carros de Fórmula 1 e nas mais modernas aeronaves.

A palmilha fibra de caborno Pés Sem Dor é leve e fina, com 4 mm de espessura, que a deixa perfeita para a grande maioria dos calçados brasileiros.