Disque 4003-8033   ou

Redução no ritmo de trabalho

Foi perguntado quanto as pessoas acham que tem seu ritmo de trabalho diminuído em porcentagem devido a dor nos pés, tornozelos e joelhos.

Em média encontrou-se que há perda de 40% de ritmo de trabalho para as mulheres e 25% para homens, devido as dores nos pés, tornozelos e joelhos. De acordo com a pesquisa isso se deve ao fato das mulheres sofrerem com mais dores nos pés.

Além disso, foi possível estabelecer, com sucesso (alto R² – próximo de 1), que o número de horas em pé aumenta a percepção perda de ritmo de trabalho. Isso impacta diretamente na produtividade dos serviços.

Dessa relação, tem-se que, para cada hora em pé as mulheres percebem redução no ritmo de trabalho em 3,2% e os homens 2,6%.
 
Tabela com a relação das horas em pé com o ritmo do trabalho.
 
Os dados do gráfico foram retirados das tabelas a seguir, nas quais pode se ver o descritivo do percentual de redução de ritmo de trabalho por hora em pé, para os homens e mulheres:
 
Consequencias econ. 7
Tabela com a relação de diminuição no ritmo do trabalho dos homens com as horas que ficam em pé.
 

Clique nos links abaixo para saber mais detalhes sobre a pesquisa “O trabalho e a relação com os pés, tornozelos e joelhos”.

Características dos trabalhadores do estudo

Características do trabalho

Problemas nos pés causados pelo trabalho

Consequências econômicas do tempo em pé e as dores

Característica dos pés