Disque 4003-8033   ou

“Prática do futebol: A importância do futebol na vida do brasileiro e sua influência nos pés, tornozelos e joelhos”

4-1

Prática de futebol

O segundo objetivo da pesquisa foi identificar quantos brasileiros praticam futebol, quais as características dessa prática e suas consequências paras as pessoas.
A mostra então foi subdividida em 3 grupos: aqueles que jogam futebol atualmente, aqueles que já pararam de jogar e aqueles que nunca jogaram.
Ficou evidenciado que 40% dos brasileiros nunca jogaram futebol, 32% jogava no passado e 28% ainda joga. Quando analisado homens versus mulheres, a diferença é bastante significativa. Apenas 15% dos homens nunca jogaram futebol na vida, enquanto mais da metade das mulheres (60%) diz nunca ter jogado. Atualmente somente 14% das mulheres jogam futebol, contra 45% dos homens.

Pessoas que praticam futebol.

Pessoas que praticam futebol.

4-3

Quando analisada a prática de futebol por região, é interessante notar que o sudeste tem o maior número de não praticantes (45%) e a região Norte tem o maior número de praticantes de futebol (34%).

Prática de futebol por região.

Prática de futebol por região.

Tempo de Prática de futebol

Uma vez conhecido a quantidade de praticantes e ex praticantes de futebol a pesquisa identificou por quanto tempo que as pessoas jogam ou jogaram futebol e aqueles que pararam, com que idade pararam.
Começando por quem já parou, foi visto que a grande maioria (80%) das pessoas para de jogar aos 25 anos, sendo que 40% delas para as 15. Apenas 7% das pessoas ainda pratica futebol após os 40 anos.
Comparando homens e mulheres, 91% das mulheres deixam de jogar bola até os 25 anos, contra 72% dos homens, e apenas 1,4% delas joga após os 40, enquanto que 11% dos homens ainda joga após essa idade.

Idade em que deixaram de jogar futebol.

Idade em que deixaram de jogar futebol.

Com relação ao tempo que as pessoas jogaram futebol em suas vidas, 42% das pessoas jogam futebol por apenas 5 anos de suas vidas, sendo que para as mulheres esse número é de quase 60% e 29% para os homens. Ou seja, as mulheres que jogam futebol, jogam por muito menos tempo que os homens.

Tempo que jogaram.

Tempo que jogaram.

Para aqueles que ainda estão praticando futebol, a maioria respondeu que joga de 6 a 10 anos, e com relação as mulheres também se observa um percentual maior de mulheres que joga de 6 a 10 anos comparando com aqueles que já pararam de jogar. Isso pode apresentar uma tendência de tanto homens quanto mulheres continuarem jogando futebol por mais tempo nos dias de hoje.

Tempo que jogam futebol.

Tempo que jogam futebol.

Motivo de parada ou da não prática do futebol

Além de saber quem nunca jogou ou quem já parou de jogar futebol, é importante saber qual o motivo para isso, para entender que muitos brasileiros não jogam futebol e porquê.
Observando primeiro o motivo pelo qual as pessoas pararam de jogar, a perda de interesse pelo esporte e a falta de tempo foram os principais, representando praticamente metade dos motivos.
Interessante notar que um número maior de homens para por falta de interesse e também por lesões do que mulheres.

Motivos por não praticar mais futebol.

Motivos por não praticar mais futebol.

Observando agora os motivos pelos quais alguns brasileiros nunca jogaram futebol, a maior parte das pessoas disse nunca ter tido habilidade para jogar e em seguida por nunca ter se interessado pelo esporte.

Motivos por nunca ter jogado.

Motivos por nunca ter jogado.

Características da prática do futebol

As características específicas de quem pratica ou praticava futebol, também foram avaliadas por essa pesquisa e foi comparado por vezes as diferenças de quem já não pratica mais futebol com aqueles que ainda praticam.

Frequência

Para aqueles que jogam futebol atualmente foi perguntado qual a frequência com a qual eles jogam. Um quarto das pessoas joga futebol 2 vezes na semana e homens e mulheres apresentaram uma frequência parecida entre si. Um discreto percentual maior de mulheres joga menos de 1 vez por semana do que os homens, mas curiosamente há mais mulheres que jogam 4 vezes na semana do que homens.
O que pode-se concluir é que menos mulheres praticam futebol do que homens, mas dentre as que praticam a frequência que jogam é muito similar.

Quantas vezes jogam futebol por semana.

Quantas vezes jogam futebol por semana.

Analisando a frequência por faixa etária dos que jogam futebol atualmente se vê que as pessoas mais velhas jogam menos vezes na semana, sendo que acima de 40 anos ninguém joga mais do que 4 vezes. Os mais jovens são os que jogam com mais frequência e dos abaixo de 20 anos 8,5% jogam todos os dias.

Frequência com que se pratica o futebol.

Frequência com que se pratica o futebol.

Tipo de futebol

O tipo de futebol mais jogado por aqueles que já pararam de jogar e aqueles que ainda jogam diferiram muito pouco. Ambos mostram uma vasta maioria de prática de futebol de campo e salão, aproximadamente 40% das pessoas cada. O futebol Society é o terceiro tipo mais jogado e parece que as pessoas que jogam atualmente tendem a praticar um pouco mais de Society do que aqueles que jogavam no passado.

Qual o tipo de futebol praticado.

Qual o tipo de futebol praticado.


Tipo de futebol praticado atualmente.

Tipo de futebol praticado atualmente.

4-10

Posição de jogo

A posição de jogo com maior número de jogadores era o meio de campo, entre as pessoas que já pararam de jogar e é o atacante entre as pessoas que ainda jogam. Lateral (ala) e goleiro são as posições com menos interesse.

Posição mais jogada.

Posição mais jogada.

Nível de jogo

Foi perguntado se as pessoas jogaram ou jogam futebol profissionalmente. Foi visto que daqueles que já pararam de jogar apenas 3% jogavam profissionalmente e dos que jogam atualmente 10% atuam profissionalmente. Ou seja, atualmente há 3 vezes mais pessoas que jogam profissionalmente quando comparado ao grupo de ex-jogadores.

Total de profissionais.

Total de profissionais.

4-13

Tipo e marca de chuteiras

O tipo e marca de chuteira são aspectos importantes da prática do futebol e hoje existem diversos tipos de chuteira, para cada tipo de futebol, e inúmeras marcas. A pesquisa identificou os tipos e marcas mais usadas e diferenças entre quem já parou de jogar e quem ainda joga.
As chuteiras sem cravos, mais utilizadas para a prática do futsal foram apontadas como as mais usadas, tanto por quem jogava quanto quem ainda joga, 45% e 42% respectivamente.
O mais interessante de se observar é a quantidade de pessoas que jogavam descalço. Um quarto das pessoas que já parou de jogar, jogava sem nenhuma chuteira e atualmente esse número é bem menor, 15%.

Marcas de chuteira.

Tipos de chuteira.

Dentre aqueles que usam ou usavam chuteiras é possível notar que a marca Nike tem predominância. No entanto, ela é mais presente agora entre os que jogam do que os que não jogam mais. Apenas 30% usavam Nike antes, enquanto que agora 45% dos brasileiros que jogam usam Nike. Antigamente a predominância de marcas como Topper e algumas marcas pequenas era maior.

Marca das chuteiras.

Marca das chuteiras.

Uso de palmilha

Além do tipo de chuteira, foi indagado se as pessoas usam algum tipo de palmilha ortopédica. Posteriormente foi comparado o uso de palmilhas entre aquelas que nunca jogaram futebol, aqueles que não jogam mais e os que ainda jogam.
O que se observou foi um ligeiro aumento no número de pessoas que utilizam palmilha entre aqueles que jogam futebol quando comparado aos que jogavam ou não jogam, 21%, 15% e 13% respectivamente.
O tipo de palmilha mais usado é a palmilha feita sob medida, seguida pela palmilha de silicone. Inclusive, nota-se um maior número de homens usando palmilha de silicone no grupo que joga futebol atualmente quando comparado aos outros grupos.

Palmilhas utilizadas.

Palmilhas utilizadas.


Palmilhas utilizadas por quem não joga mais.

Palmilhas utilizadas por quem não joga mais.

Uso de meias

Ainda sobre o que é usado pelas pessoas dentro da chuteira, os brasileiros responderam sobre ao uso de meias. A maioria das pessoas que jogavam ou jogam futebol usam uma meia (68% e 64% respectivamente).
Atualmente quase um terço dos jogadores usam 2 meias para jogar e observa-se uma diminuição no percentual de pessoas que não usam meia alguma, de 8% para 3%.

Uso de meias.

Uso de meias.

Uso de joelheiras e tornozeleiras

Na prática do futebol pode ser comum o uso de suportes para as articulações do tornozelo e joelho, a fim de aumentar a estabilidade, conforto e diminuir o risco de lesão. Portanto foi investigado a frequência com a qual as pessoas que usavam ou usam joelheiras (para suporte do joelho) e tornozeleiras ou bandagens (para suporte do tornozelo).
No que tange as joelheiras, é possível ver que a maior parte dos brasileiros não as usam e que apenas aproximadamente 10% usavam ou usam sempre para jogar.

Uso de acessórios.

Uso de acessórios.


4-20

A respeito das tornozeleiras ou bandagens, vê-se que há um maior número de jogadores que as usam e com mais frequência, quando comparados com joelheiras.
Há uma grande diferença entre aqueles que jogavam e os que ainda jogam. Apenas 17% dos que já pararam de jogar usavam tornozeleira ou bandagem muitas vezes ou sempre, contra 57% dos que jogam atualmente.

Uso de bandagens.

Uso de bandagens.

4-22

Outras atividades além do futebol

A pesquisa buscou saber também quais outras atividades além do futebol as pessoas praticam, e se há diferença entre aquelas que nunca jogaram, os que já pararam e os que ainda jogam.
Interessantemente o que se viu é que o esporte mais praticado pelos 3 grupos é a caminhada, sendo que aqueles que nunca jogaram e os que já pararam tem um percentual muito mais elevado de praticantes de caminhada 40% e 35% respectivamente do que os que ainda jogam futebol (17%).
O grupo que joga futebol atualmente apresenta uma característica de prática de esportes mais intensos, como corrida, handebol e voleibol, ao contrário dos que nunca jogaram ou são ex jogadores, que praticam caminhada e musculação.
Por fim, se observou que o número de pessoas que não praticam atividade física é maior entre os que nunca praticaram futebol, 17% contra 12% dos que já pararam de jogar. E dos que jogam apenas 8% diz não fazer outra atividade, além de já jogarem futebol.

Atividades além do futebol.

Atividades além do futebol.

Frequência de outras atividades na semana

Com relação a frequência com que as pessoas praticam qualquer uma dessas atividades se observa uma distribuição muito similar entre os grupos. Interessantemente o grupo que ainda joga futebol pratica outras atividades com praticamente a mesma frequência do que quem já parou ou quem nunca jogou.

Frequência de prática de atividades físicas.

Frequência de prática de atividades físicas.

Tais dados a respeito de outras atividades e faixa etária mostram que os praticantes de futebol são pessoas muito ativas e que gostam de esporte de alta intensidade. Isso pode ser explicado pelo grande percentual de pessoas jovens que praticam futebol.

4-25