Disque 4003-8033   ou

Dor no joelho

O joelho é uma das maiores e mais complexas articulações do corpo humano.
Ele é formado por ossos, ligamentos, meniscos e músculos. Os principais fatores
que causam o desenvolvimento de dor nesse local estão relacionados a problemas
na estabilidade das estruturas, o desalinhamento dos membros e a sobrecarga
gerada.O joelho é uma região muito instável e delicada, seu funcionamento
adequado depende de diversos fatores e regiões do corpo.

dor no joelho

1. Dor no joelho

DIAGNÓSTICOS RELACIONADOS

Ao decorrer do dia, para protege-lo das sobrecargas e auxiliar na estabilidade da articulação, os meniscos e os ligamentos contribuem para uma melhor absorção dos impactos, diminuindo as chances de lesões. Normalmente, as lesões de joelho, principalmente as agudas, têm uma grande relação com a prática de esportes. Lesões de menisco, dor na lateral do joelho, hoffite, tendinites e bursites são alguns exemplos que ocorrem em pessoas fisicamente ativas, normalmente os jovens. Já os mais velhos estão sujeitos a sofrer com lesões crônicas, como a artrose, por causa do desgaste causado pela idade.

 

CAUSAS DA DOR NO JOELHO

As causas da dor no joelho são decorrentes de diversos fatores, justamente por causa da complexidade dessa articulação. As principais explicações para esse tipo de dor geralmente estão relacionadas com a sobrecarga, que pode ser causada tanto pelo sobrepeso quanto pela carga excessiva de exercícios físicos, além da falta de estabilidade, que deixará a região vulnerável, e os desalinhamentos, que prejudicarão sua estabilidade e algumas estruturas.

Quanto à falta de estabilidade, pode-se afirmar que, devido à fraqueza muscular ou mau funcionamento das estruturas, os membros inferiores podem sofrer algum tipo de prejuízo na execução dos movimentos, o que pode contribuir para a sobrecarga do joelho.

O avanço natural da idade também influência o funcionamento do joelho, pois diminui a força muscular e piora a recuperação, também pode aumentar a probabilidade de ocorrer lesões e acelera o desgaste das estruturas.

 

Desalinhamento dos membros e a dor no joelho

Pessoas com desalinhamento no joelho possuem um desvio nas estruturas, o que acarreta a sobrecarga de algumas regiões dessa articulação. Existem dois tipos de desalinhamento:

No desalinhamento em varo, os joelhos ficam posicionados como o de alguém montado num cavalo e a descarga de peso é maior na parte medial (onde há uma compressão), enquanto a lateral fica com as estruturas estiradas. Esse tipo de alinhamento tem relação com tendinites, SABI e artrose do compartimento medial.

Já no desalinhamento em valgo, os joelhos ficam posicionados “para dentro” e os pés para fora, descarregando maior parte do peso na parte lateral e estirando as do joelho.

 

Sobrecarga e a dor no joelho

O joelho é uma articulação cuja estabilidade depende do bom funcionamento da musculatura e o risco de lesão é maior quando existe sobrepeso ou falta de força muscular. Por causa disso, o sedentarismo pode ser um vilão para o surgimento de dor no joelho, pois além de contribuir para o acúmulo de peso, deixa a musculatura mais fraca e qualquer atividade que venha a ser realizada, como subir escadas, sobrecarregará a articulação.

Além do sobrepeso, o excesso de treinos e atividades físicas de alta intensidade também podem prejudicar o funcionamento dos joelhos, aumentando ainda mais o risco de lesão se estiver associado a algum tipo de desalinhamento.

 

Traumas, lesões e a dor no joelho

Outro fator determinante para a ocorrência de dor no joelho são traumas e lesões, principalmente quando não recebem tratamento adequado. Podem ocorrer devido aos impactos no joelho ou, até mesmo, lesões que ocorrem na prática de esportes.É muito comum jogadores de futebol sofrerem com esse problema, principalmente por causa do alto esforço aplicado na articulação e por ser um esporte de contato.

É interessante destacar também que a ocorrência de dor no joelho aumenta expressivamente conforme o avançar da idade.

 

PRINCIPAIS PATOLOGIAS RELACIONADAS A DOR NO JOELHO

 

  • Artrite

A artrite é um termo utilizado para designar um grupo de doenças que causam inflamação nas articulações. Suas causas são variadas e podem ser derivadas do enfraquecimento da musculatura, que é um resultado natural da idade, além do desgaste das estruturas envolvidas na articulação e doenças autoimunes, etc. Seu tratamento é variado e depende do tipo de inflamação. Nos joelhos causa uma dor aguda, com vermelhidão e inchaço.

  • Artrose

A artrose é uma doença degenerativa que causa o desgaste da cartilagem que envolve os ossos, causando rigidez e dificuldade para a movimentação da articulação. É uma das doenças mais comuns entre a população acima de 65 anos e ainda não possui uma cura definitiva, mas os tratamentos são muito eficazes para alívio das dores e amenização dos sintomas. Nos joelhos, acaba progressivamente com a cartilagem e pode ser necessário uma prótese para melhora dos sintomas.

 

  • Síndrome do atrito da banda iliotibial (SABI)

A banda iliotibial é um tendão que surge nos músculos do glúteo e se insere na tíbia, um osso da perna. Esse tipo de síndrome é comum em corredores, devido ao grande esforço das pernas e alta repetição de movimentos. Causa dores bem localizadas na região lateral da perna e no joelho.

  • Síndrome da dor femoropatelar (SDFP)

A patela é um osso que serve de alavanca para a perna e contribui para aumentar a eficiência do músculo da coxa. Quando há um mau funcionamento, devido à falta de alongamento ou aos longos períodos sentado, a cartilagem entre a patela e o fêmur pode sofrer desgaste e causar forte dor no joelho.

 

  • Hoffite

A Hoffa é uma gordura que serve como proteção para joelho, amortecendo os impactos no local. Se por algum motivo a Hoffa receber uma carga maior do que o normal, ela inflama. Essa inflamação do tecido gorduroso é chamada de Hoffite. É muito comum em corredores e praticantes de esportes de alta intensidade, mas também pode acontecer com pessoas que realizam movimentos como subir escadas e pedalar.

 

  • Tendinites e bursites

Esses dois tipos de lesões estão associados ao excesso de uso do joelho, sobrecargas e esforço repetitivo das estruturas. Podem causar fortes dores e incômodos durante o andar. A falta de alongamento muscular pode sobrecarregar o tendão, a postura inadequada, a idade e o estresse também influênciam o desenvolvimento de tendinite e bursite.

 

TRATAMENTO PARA DOR NO JOELHO

Por ser uma região formada por muitas estruturas, as causas da dor no joelho podem variar de acordo com cada caso. Desse modo, o tratamento deverá ser prescrito apenas por profissional capacitado, como um médico ou fisioterapeuta, após avaliação minuciosa do joelho. Entretanto, algumas medidas podem ser tomadas para aliviar os incômodos na área, como por exemplo:

  • Avaliar se há algum tipo de desalinhamento do joelho. Isso pode ser feito em casa, basta olhar-se no espelho, e tentar encostar os tornozelos e os joelhos. Se somente os tornozelos se encostam e os joelhos ficam afastados, os seus joelhos são varos; se apenas os joelhos se tocarem e os tornozelos ficarem separados, os seus joelhos são valgos;
  • Perder o sobrepeso para diminuir a sobrecarga no joelho;
  • Evitar ficar longos períodos sentado numa mesma posição;
  • Aplicar gelo no joelho por 15 a 20 minutos pode aliviar o inchaço e as dores;
  • Diminuir a intensidade dos exercícios físicos;
  • Remédios prescritos por médicos podem ajudar no controle dos sintomas;
  • Buscar ajuda de um especialista para orientação de exercícios;
  • Usar palmilhas Pés Sem Dor.

 

COMO ALIVIAR A DOR NO JOELHO

Para aliviar a dor e fazer com que o tratamento seja eficiente, é necessário:

 

  • • Ter um peso adequado;
  • • Fazer alongamentos;
  • • Fazer atividades físicas com o auxílio de um profissional;
  • • Usar Palmilha Pés Sem Dor.

 

Alongamentos

Atenção, qualquer tipo de atividade deve ser feito em um local com superfície plana.

 

De modo geral, alongamentos são importantes porque proporcionam agilidade, elasticidade e um aumento da amplitude dos movimentos. Corrigem a postura, retiram as tensões dos músculos e a sobrecarga nas articulações. Proporcionando o relaxamento e o bem-estar do corpo e da mente.

 

Exercícios

Lembre-se: antes de começar qualquer exercício físico, é necessário alongar e aquecer o corpo.

    • 1. Caminhada: caminhe todos os dias, por 30 ou 40 minutos, em uma superfície plana e com sapatos adequados;

 

    • 2. Natação: é um ótimo exercício cardiovascular, proporciona equilíbrio muscular e melhora a postura. Nesse caso, a natação auxiliará na preparação física, de modo que a pessoa que sofre de dores no joelho não terá o risco de ter sobrepeso e se tornar sedentária, mantendo o corpo ativo;

 

    • 3. Elástico: esse exercício é frequentemente feito em academias. Basta deitar em uma superfície plana, depois, passe uma fita ou elástico na parte de trás do pé e segure as duas pontas com as mãos, fazendo a perna com o joelho rígido ficar bem esticada.

 

PREVENÇÃO

Para prevenir o aparecimento de dor no joelho e se manter saudável, é recomendado:

    • • Fazer musculação para fortalecimento dos músculos;
    • • Corrigir vícios e postura;
    • • Fazer alongamentos antes e depois de cada treino e prova;
    • • Treinar corretamente, sem exageros.