Corrida na areia

Corrida na praia.

1. Corrida na praia.

Uma das atividades mais saudáveis e prazerosas para manter a boa forma é a corrida. Sem dúvidas, esse é um tipo de exercício relativamente simples e que traz ótimos resultados aos seus adeptos. Mas não pense que os efeitos da corrida em superfícies diferentes, como asfalto e areia, são os mesmos. Você sabe quais são os benefícios e riscos da corrida na areia? Entenda aqui algumas das principais particularidades dessa prática.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

A prática de corrida na areia (tanto descalço quanto calçado) exige um trabalho motor maior dos grupos musculares das pernas, pelo fato de ser um terreno mais “fofo”. Portanto, atletas e pessoas que correm frequentemente nesse tipo de terreno desenvolvem melhores forças dos músculos estabilizadores dos joelhos, tornozelos e pés. Se o foco for ganho de força, a prática de corrida na areia é um excelente treino que trará resultados muito bons. Outro benefício é devido ao fato do solo ser irregular e macio, quando comparado à corrida de rua, o que proporciona uma diminuição do impacto nas articulações pelo aumento da área de contato e redução do pico de força.

Além disso, outra questão importante é que há um aumento do gasto energético na corrida na areia, que tende a ser maior do que em terrenos compactos. É válido ressaltar que quanto mais fofa a areia for, menos linear será a corrida e maior será o esforço. O aumento do gasto energético também se deve ao maior esforço que o indivíduo tem para deslocar o seu centro de gravidade para frente quando comparado a superfícies planas.

RISCOS DE LESÕES

Apesar de vários benefícios da corrida na areia, o risco de lesões musculares na areia aumenta significativamente. Um dos fatores é a superfície inclinada, que proporciona sobrecargas desiguais entre os membros, pois estes se posicionam de forma assimétrica. Outro motivo que facilita o risco de lesão muscular quando comparamos à prática de corrida no asfalto, é a maior solicitação da musculatura dos membros inferiores e extensores da coluna. As forças de atuação nos músculos da panturrilha e do tendão de calcâneo durante a aterrissagem podem ser significantemente maiores do que o indivíduo está acostumado e, dependendo do volume e intensidade do treino, pode facilmente proporcionar o aparecimento de lesão. Outro ponto importante a ser levado em consideração é que fáscia plantar também acaba sendo mais exigida nesse tipo de corrida e, se não houver preparo físico adequado, pode evoluir para uma fascite plantar.

Fascite plantar

2. Fascite plantar

PALMILHA PARA CORRIDA PÉS SEM DOR

As palmilhas Pés Sem Dor possuem uma correção chamada heel cup, o que melhora a estabilidade do calcanhar, adição imprescindível para prevenir lesões ao correr em terrenos irregulares, como na areia da praia. A palmilha de corrida também possui dois amortecedores posicionados estrategicamente nas regiões do calcanhar e metatarsos. Isso possibilita uma melhor absorção do impacto no momento da aterrissagem dos pés, evitando a sobrecarga na região do calcanhar, além de ajudar a melhorar a acomodação do antepé durante a fase de propulsão. Como resultado final, a palmilha proporciona uma melhora da performance durante as corridas na praia.

Palmilha para corrida Pés Sem Dor

3. Palmilha para corrida Pés Sem Dor