Por que cuidar dos pés agora?

Categorias Cuidados

Por Ana Sousa | 1 de fevereiro de 2021 | 0 comentários | 1051 visualizações

Quem nunca ouviu falar que a dor é parte natural do envelhecimento? É verdade que o corpo passa por modificações anatômicas e fisiológicas em todos os sistemas: os músculos atrofiam, os ossos ficam mais fracos e a pele e as articulações perdem colágeno e líquido. Os nossos pés, que sustentam o corpo durante toda a vida, são uma das estruturas que sofrem com o envelhecimento.

Embora seja comum ouvir reclamações de cansaço e dores nos pés, na hora do autocuidado, eles são esquecidos. Assim, com o passar dos anos, os problemas se acumulam. Essa é uma das principais razões para tantas dores na terceira idade: uma junção de um processo natural com a falta de cuidado ao longo da vida.

Traumas e/ou problemas anatômicos não diagnosticados, uso de calçado inadequado, sedentarismo e doenças que contribuem para a má circulação sanguínea, como a diabetes, são alguns dos fatores que podem agravar o desconforto no processo de envelhecimento. Por isso, é importante se manter atento às necessidades dos pés antes que os problemas apareçam.

Fique atento à circulação sanguínea

Existem diversos fatores que podem causar a má circulação do sangue, mas os sintomas são claros: dormência, varizes, dor e inchaço. Para manter o sangue fluindo, pratique atividade física e adote uma alimentação saudável.

Pessoas com diabetes ou doença arterial periférica (uma condição que causa o estreitamento dos vasos sanguíneos, reduzindo o fluxo de sangue para os membros) devem verificar sinais de infecções ou úlceras nos pés diariamente e devem procurar um especialista para avaliar os pés.

Escolha seus calçados com muito cuidado

Ninguém gosta de sapato apertado: principalmente os seus pés. Quando o calçado comprime o pé, nossa tendência é mudar a postura para tentar aliviar a dor. Essa mudança postural costuma causar problemas na coluna, nos joelhos e nos próprios pés, por isso, escolha calçados que permitam que os seus dedos se movam livremente (mas não ao ponto do sapato ficar solto no seu pé).

Preste atenção na altura dos sapatos também. Calçados rasteiros, sem qualquer amortecimento, podem causar fascite plantar, uma inflamação que atinge a sola do pé, enquanto o salto alto contribui para a formação de deformidades, como a joanete.

Conheça os seus pés

Não esqueça dos seus pés quando falar em saúde e autocuidado. Se você quer ter uma vida longa, deve saber que tem muita caminhada pela frente. Então, por que não checar com um especialista? Assim, você vai saber o seu tipo de pé e de pisada e todas as informações necessárias para a prevenção de problemas futuros. Isso é essencial se você sente dores ou algum desconforto, mas, se não sentir, é melhor prevenir do que descobrir o problema quando for tarde demais.

Comentários