Tendinite do tibial posterior

17 de fevereiro de 2016

Você já ouviu falar em Tendinite do tibial posterior?

Tendões são estruturas que fazem a ligação entre ossos e músculos, sendo responsáveis por tracionar um osso durante o processo de contração muscular e, consequentemente, possibilitar o movimento de uma articulação. Quando um tendão é sobrecarregado ou sofre algum tipo de trauma, poderá ocorrer um processo inflamatório, conhecido como tendinite.

O tendão tibial posterior passa pela região da panturrilha, estendendo-se sob o pé, e é responsável pela inversão do pé (virar o pé para dentro) e pela flexão plantar (dobrar o pé para baixo).

 Tendão tibial posterior danificado

1. Tendão tibial posterior danificado

 

Sintomas

Pacientes com essa condição geralmente relatam que a dor se concentra na parte interna do pé (principalmente na região do arco), podendo irradiar ao longo do tendão tibial posterior. Em alguns casos, o paciente também pode apresentar dor ou sensibilidade à palpação do tendão tibial posterior.

Causas

A tendinite do tibial posterior é um tipo de lesão que pode ser causada por “overuse”, isto é, devido ao excesso de esforço e, por isso, é bastante frequente entre praticantes de corrida. Além disso, outras causas comuns desse tipo de tendinite incluem desgaste do tendão e pronação excessiva.

Tratamento

O ideal é que, havendo suspeitas da tendinite do tibial posterior, o indivíduo procure auxílio médico o quanto antes. Esse profissional poderá diagnosticar devidamente a tendinite e prescrever anti-inflamatórios, bem como indicar a melhor forma de proceder durante o tratamento.

Além disso, existem algumas medidas simples que podem ser seguidas para alívio dos sintomas, como:

  • Aplicação de gelo no local da dor (nunca ultrapassando 20 minutos por aplicação);
  • Exercícios de alongamento e fortalecimento para a panturrilha;
  • Uso de palmilhas ortopédicas.

É fundamental que o tratamento seja iniciado logo no princípio dos sintomas, caso contrário pode haver complicações, como a evolução para uma condição chamada disfunção do tibial posterior, o que leva à queda do arco plantar e ao consequente achatamento do pé.

 

Como a Palmilha Pés Sem Dor pode ajudar?

A palmilha Pés Sem Dor é feita sob medida e confeccionada através de uma minuciosa avaliação dos pés, tornozelos e joelhos. Em relação à tendinite do tibial posterior, a palmilha oferece apoio ao arco e auxilia no correto alinhamento da biomecânica do pé, inclusive ajuda a corrigir os casos de pronação excessiva, que está intimamente ligada a esse tipo de lesão.

A palmilha ainda redistribui as cargas de modo equilibrado pela extensão do pé, evitando a sobrecarga do tendão tibial posterior. Dessa forma, ela é capaz de promover um alívio das dores e melhora significativa do bem-estar.

Palmilha com correção para pisada pronada.

2. Palmilha com correção para pisada pronada.