Canelite

Escrito por Mateus Martinez | Atualizado em 25 de agosto de 2021.

é mestre em fisioterapia esportiva pela Universidade de Queensland – Austrália. Fisioterapeuta formado pela Universidade de São Paulo (USP). Ele é Diretor de Fisioterapia na Pés Sem Dor, ministra cursos no Grupo Terapia Manual e gosta de praticar corrida. Profissional com registro no crefito: 162983-F

Você pode encontrar Mateus Martinez no Youtube e Linkedin

Canelite, também conhecida como periostite da tíbia, é uma lesão que acomete um dos ossos da perna, a tíbia, região conhecida também como canela. Essa lesão ocorre por overuse (excesso de carga), e de acordo com o estudo “Medial tibial stress syndrome: conservative treatment options”, está muito ligada à corrida e às práticas esportivas com traumas repetitivos. É uma inflamação que acomete o periósteo (membrana que envolve o osso) tibial e aparece quando a musculatura e as estruturas ao redor da tíbia não suportam a carga imposta.

Além de periostite da tíbia, a canelite pode ser chamada também de Síndrome do Estresse Tibial Medial e é uma condição bem específica de praticantes de atividades físicas. Acomete mais frequentemente corredores.

O periósteo é uma membrana densa, vascularizada, fibrosa e inervada que envolve os ossos. No caso da canelite, o periósteo da tíbia fica inflamado, causando dor, inchaço e vermelhidão local. As principais funções do periósteo são: proteger e nutrir os ossos; fixar os músculos aos ossos; auxiliar na produção de novas células para a consolidação de ossos fraturados e substituir células danificadas; envolver nervos e vasos sanguíneos que nutrem o osso.

A canelite está ligada a como o corpo consegue amortecer o impacto da atividade praticada e ao tempo de recuperação antes do próximo estímulo. Se o individuo não tem uma boa mecânica de corrida (ou seja, um bom alinhamento) a carga será maior, assim como a chance de desenvolver a inflamação e a dor. Além disso, ela pode ter relação com outros fatores, como: excesso de atividade física, prática de esportes em terrenos muito rígido, falta de fortalecimento muscular, uso de calçados inadequados, entre outros problemas.

Nos casos crônicos e mais graves, o sujeito pode apresentar fratura por stress da tíbia, o que agravará o caso e dificultará ainda mais a reabilitação.

CAUSAS

As principais causas da canelite estão relacionadas com a mecânica da corrida, carga de treino e traumas repetitivos, entre outros:

Início repentino da prática de atividade física, com alta intensidade, os músculos devem estar preparados para o volume de treino;

O tempo de experiência no esporte. Quanto maior o tempo que o individuo realiza aquela atividade menor o risco de desenvolver lesões, como a canelite;

Pratica de esportes em terrenos rígidos: correr em terrenos rígidos é muito mais prejudicial para a tíbia do que correr em terrenos mais macios. O concreto, por exemplo, é muitas vezes mais prejudicial para a tíbia do que correr em asfalto. Entretanto, o asfalto é mais severo do que correr em terra batida. A grama é a superfície mais macia, e diminui significativamente o risco de canelite;

Pronação excessiva: ocorre quando o pé e tornozelos estão deslocados para a parte medial, causando o desalinhamento e o desabamento do arco durante a corrida sobrecarregam as estruturas (óssea e muscular) da região da canela;

Ilustração mostrando o movimento de pronação
A pisada pronada causa desalinhamento na estrutura óssea.

Síndrome do Compartimento Anterior: devido a excesso de exercícios, ocorre um aumento da pressão na musculatura e assim, leva a diminuição do fluxo sanguíneo dos músculos e nervos, impedindo a oxigenação e nutrição dos mesmos e causando surgimento de dores;

Tendinite do Tibial Posterior: esse tipo de lesão é causada devido ao excesso de esforços (overuse), muito comum em pessoas que praticam corrida. A tendinite do tibial posterior causa uma dor atrás da canela, onde fica localizado o tendão e o músculo. A dor acontece por uma inflamação e degeneração desse tendão e pode ser confundida com a canelite.

SINAIS E SINTOMAS

Os casos de canelite apresentam uma dor generalizada na parte da frente da perna, exatamente no osso da canela. É maior no início e no final do treino, porque logo que o corpo esquenta e o fluxo sanguíneo aumenta a dor tende a passar. No entanto, ao passar algum tempo, o acúmulo de sobrecarga na canela leva a uma dor bem intensa. Nos casos mais graves, a dor pode estar presente mesmo em repouso. O paciente normalmente também apresenta:

Dor na musculatura da panturrilha;

Vermelhidão e aumento de temperatura no local;

Dor na palpação da tíbia;

Dificuldade em caminhar.

Nos casos mais graves, o paciente pode apresentar uma fratura por stress da tíbia, que são micro lesões no osso da tíbia, devido ao excesso de impacto e pode gerar até mesmo a fratura total ou parcial desse osso. Essa lesão representam 10% de todas as fraturas esportivas.

Ilustração representando o local onde a fratura por stress acontece

PREVENÇÃO E TRATAMENTO

O indivíduo precisa usar calçados adequados (que maximizam o amortecimento de impacto, de acordo com a atividade exercida) e equipamentos (como joelheiras e tornozeleiras que auxiliam no alinhamento), além de ter controle sobre as cargas e mecânica de treino, sempre com um profissional especializado. Além disso, é importante tomar medidas como:

– Fazer fisioterapia, que melhorará os sintomas e corrigirá a mecânica da corrida e os desalinhamentos;

– Reduzir a carga e frequência de treinos. A depender do caso, pode-se suspender os treinos;

– Usar palmilhas Pés Sem Dor.

PALMILHAS E SAPATOS SOB MEDIDA PÉS SEM DOR® PARA CANELITE

As palmilhas e sapatos sob medida Pés Sem Dor têm o poder de corrigir os desalinhamentos, como a pronação excessiva, melhorando muito o amortecimento da carga. Além disso, oferece suporte do arco com a altura correta para cada pé, que não vai permitir que ele desabe rapidamente durante atividades de impacto, diminuindo a sobrecarga sobre os músculos e ossos do pé e da perna.

Palmilhas tradicional sob medida Pés Sem Dor
Palmilha tradicional sob medida Pés Sem Dor

As palmilhas e sapatos são feitos com tecnologia 3D e precisão digital milimétrica, após uma avaliação gratuita dos pés, tornozelos e joelhos, com os especialistas da Pés Sem Dor. Veja agora todos os seus benefícios:

  • Eliminação ou redução da dor;
  • Prevenção de lesões;
  • Aumento do conforto;
  • Encaixe perfeito;
  • Mais tempo em pé sem dores;
  • Prevenção de progressão de patologias;.
  • Melhora do amortecimento de impacto;
  • Melhora do desempenho esportivo.
Tênis Unissex Sob Medida Pés Sem Dor
Tênis Unissex Sob Medida Pés Sem Dor | São mais de 20 modelos femininos e masculinos para você escolher

DICAS E CURIOSIDADES

Aplicar gelo no local reduz a dor e ajuda a controlar a inflamação;

Praticar exercícios proprioceptivos. Inicialmente equilibrar-se em um pé só, 3 vezes de 30 segundos diariamente, sempre com um apoio perto (para auxiliar no equilíbrio). Enquanto em uma perna só, tente “erguer” o arco do pé;

Massagear as panturrilhas alivia as dores musculares, relaxa a musculatura e pode diminuir a tração do periósteo;

Usar meias compressivas. Elas melhoram o retorno do sangue e diminuem a inflamação no local;

Usar anti-inflamatórios (com prescrição médica) para controlar a inflamação e a dor. Mas devem estar aliados ao tratamento da causa da patologia;

Realizar exercícios de flexibilidade, força, equilíbrio e alongamento dos músculos da perna;

Lembre-se sempre de alongar antes e depois da corrida;

Só retorne à prática do esporte quando estiver reabilitado. Retornar precocemente pode causar a piora da lesão.

PERGUNTAS FREQUENTES

Imagem ilustrativa com pessoas se fazendo perguntas,

Como adquirir um sapato ou palmilha sob medida?

É rápido e fácil! Para adquirir seu sapato ou palmilha sob medida, agende uma avaliação gratuita dos seus pés com nossos especialistas, em uma das nossas unidades espalhadas pelo Brasil. Ligue ou mande um WhatsApp para 4003-8883 ou acesse: www.pessemdor.com.br/agendamento.

Em quanto tempo os calçados e palmilhas ficam prontos?

A Pés Sem Dor produz o seu sapato e palmilha sob medida em até 3 dias, e depois disso, eles são enviados de forma gratuita para a sua casa!

A avaliação é gratuita?

Nossa avaliação é totalmente gratuita! Realizamos a análise completa de seus pés e pernas. Você não paga nada por isso!

Aceitamos convênio médico?

Não trabalhamos com convênios, pois a nossa avaliação é totalmente gratuita! Mas você pode verificar com seu plano se eles fazem algum tipo de reembolso em relação aos sapatos!

LINKS EXTERNOS

1) Ortopedia: Tibialgia (Dor na canela) | Clínica Deckers

2) Medial tibial stress syndrome: conservative treatment options | National Center for Biotechnology Information

3) Risk factors associated with medial tibial stress syndrome in runners: a systematic review and meta-analysis | National Center for Biotechnology Information