Pisada Pronada

Escrito por Mateus Martinez | Atualizado em 24 de agosto de 2021.

é mestre em fisioterapia esportiva pela Universidade de Queensland – Austrália. Fisioterapeuta formado pela Universidade de São Paulo (USP). Ele é Diretor de Fisioterapia na Pés Sem Dor, ministra cursos no Grupo Terapia Manual e gosta de praticar corrida. Profissional com registro no crefito: 162983-F

Você pode encontrar Mateus Martinez no Youtube e Linkedin

De acordo com o estudo “Effects of Pronated and Supinated Foot Postures on Static and Dynamic Postural Stability”, a pronação é um movimento natural do corpo, quando o pé cai um pouco para dentro ao andar ou correr. Mas quando esse movimento ocorre em excesso, a aplicação de carga repetitiva na região aumenta e pode ocasionar lesões e dores.

Mais frequentemente observada em pessoas que praticam corridas, a pisada pronada faz com que o pé distribua as cargas de forma desproporcional, sobrecarregando algumas regiões do corpo, como o arco do pé, dedão, calcanhar, tornozelo, joelho e quadril. Para saber se você possui esse tipo de alteração, é necessário realizar um teste de pisada, que pode ser feito através de uma avaliação com um fisioterapeuta especializado em baropodometria.

Imagem ilustrativa de uma pisada neutra e uma pisada pronada

A pisada pronada é uma alteração que causa um desvio de postura na pessoa e acontece por vários motivos, como:

Pé muito plano, também chamado de “chato” (quando o arco é desabado, ou seja, quando toca o chão quase que por inteiro);

Pé chato
Imagem ilustrativa de um pé plano

Joelho valgo (para dentro);

Fraqueza nos músculos profundos do pé e do tibial posterior – músculo que fica na perna e ajuda no suporte do arco e do pé durante o caminhar;

A adaptação do corpo a partir de um movimento errado durante exercícios.

O QUE A PISADA PRONADA PODE CAUSAR

As pessoas que praticam corridas podem ser mais prejudicadas no dia a dia se tiverem tipo de pisada for excessivamente pronada, pois essa hiper pronação acaba tirando a eficiência da corrida e aumentando o risco de lesões e fortes dores, já que o apoio é excessivo em um ponto específico do pé.

Como já citado, a pisada pronada pode levar a problemas no joelho, e um dos mais comuns é o desalinhamento em valgo, que acontece porque os “pronadores” têm o costume de virar os joelhos para dentro. Com o tornozelo acontece a mesma coisa, como ilustram as imagens abaixo:

Imagem ilustratativa mostrando o não alinhamento dos joelhos em valgo.
Joelhos valgo

Além disso, a pisada pronada pode causar um desalinhamento nos próprios dedos, já que eles acabam sendo comprimidos pela sobrecarga. Consequentemente, pode ser comum o aparecimento de calos, bolhas e até mesmo um joanete, que é um desalinhamento ósseo entre o 1º metatarso e o dedão do pé.

Imagem ilustrativa da região acometida pela joanete.
Região onde o joanete surge

Por alterar o alinhamento e a biomecânica dos pés, a pisada hiper pronada faz com que a pessoa amorteça mal o impacto e distribua mal as cargas, deixando-a suscetível a diversos problemas. Dentre outras principais patologias relacionadas, encontram-se a fascite plantar, tendinite de Aquiles, canelite, esporão de calcâneo, Síndrome Femoropatelar e Síndrome do Túnel do Tarso.

COMO IDENTIFICAR A PISADA PRONADA

Para identificar se a sua pisada é pronada e assim, prevenir-se das indesejadas dores, alguns recursos podem ser utilizados, tanto com o auxílio de um profissional especializado e máquinas específicas para isso, ou até mesmo em casa, apesar da precisão não ser a mesma. Entre os principais exemplos, estão:

1) Baropodometria: o teste da pisada pode ser feito inicialmente através da caminhada que a pessoa faz em cima do baropodômetro, um equipamento que capta a pressão exercida durante o passo.

Se a pressão distribuída durante o caminhar for incorreta, esse é um dos equipamentos que mostrará com clareza, tanto ao fisioterapeuta quanto ao paciente. Isso é identificado através de cores, as cores mais fortes (rosa e vermelho) representam os pontos de maior pressão e as mais claras (azul e branco) representam os pontos que menos sofrem pressão. Com isso, é identificada exatamente as regiões que sofrem sobrecarga.

A imagem acima mostra uma pisada pronada, em comparação com a pisada ideal. O primeiro, visivelmente, sofre uma sobrecarga muito maior na parte de dentro do pé (região medial), enquanto o pé normal distribui bem as cargas e não sobrecarrega nenhuma região prejudicialmente.

2) Scanner 3D: com o objetivo de definir exatamente o tipo de pé através de uma análise estática, esse equipamento avalia as dimensões do pé, o tamanho do arco plantar (se o pé é chato ou cavo) e se há algum tipo de lesão ou deformidade aparente.

3) Teste caseiro: ao molhar a sola do pé e caminhar sobre uma folha de papel ou jornal, isso mostrará qual o seu provável tipo de arco. Basta analisar se a imagem reproduzida se parece mais com o pé chato/plano. Se sim, isso pode ser um indício de que ela realmente seja pronada.

Apesar de ser possível realizar o teste em sua própria casa, a análise exata será feita somente por profissionais especializados, como um fisioterapeuta.

Tipos de pés
Tipos de pés

COMO CORRIGIR A PISADA PRONADA

Se a pisada pronada for diagnosticada e a pessoa sentir dores, é necessário consultar-se com um médico, a fim de evitar problemas maiores, como as patologias já citadas. E, por ser uma alteração que pode afetar várias regiões do corpo, um profissional especializado deve indicar o melhor tratamento para cada caso, além de explicar melhor como funciona toda a mecânica do esporte e do próprio caminhar.

PALMILHAS E SAPATOS SOB MEDIDA PÉS SEM DOR® PARA PISADA PRONADA

A palmilha e sapatos sob medida Pés Sem Dor têm o objetivo de corrigir e alinhar o desvio da pisada pronada. Dessa forma, os desalinhamentos que causam dores nos pés, joelhos e tornozelos são eliminados. As palmilhas e sapatos são feitos com tecnologia 3D e precisão digital milimétrica, após uma avaliação gratuita dos pés, tornozelos e joelhos, com os especialistas da Pés Sem Dor. Veja todos os benefícios das palmilhas e sapatos sob medida:

Palmilhas sob medida Pés Sem Dor.
Palmilhas sob medida Pés Sem Dor
  • Eliminação ou redução da dor;
  • Prevenção de lesões;
  • Aumento do conforto;
  • Encaixe perfeito;
  • Mais tempo em pé sem dores;
  • Prevenção de progressão de patologias;.
  • Melhora do amortecimento de impacto;
  • Melhora do desempenho esportivo.
Sapatênis Thommy Sob Medida
Sapatenis Thommy Sob Medida | São mais de 20 modelos de sapatos femininos e masculinos para você escolher

PERGUNTAS FREQUENTES

Como adquirir um sapato ou palmilha sob medida?

É rápido e fácil! Para adquirir seu sapato ou palmilha sob medida, agende uma avaliação gratuita dos seus pés com nossos especialistas, em uma das nossas unidades espalhadas pelo Brasil. Ligue ou mande um WhatsApp para 4003-8883 ou acesse: www.pessemdor.com.br/agendamento.

Em quanto tempo os calçados e palmilhas ficam prontos?

A Pés Sem Dor produz o seu sapato e palmilha sob medida em até 3 dias, e depois disso, eles são enviados de forma gratuita para a sua casa!

A avaliação é gratuita?

Nossa avaliação é totalmente gratuita! Realizamos a análise completa de seus pés e pernas. Você não paga nada por isso!

Aceitamos convênio médico?

Não trabalhamos com convênios, pois a nossa avaliação é totalmente gratuita! Mas você pode verificar com seu plano se eles fazem algum tipo de reembolso em relação aos sapatos!

LINKS EXTERNOS

1) Pronation, Overpronation, and Supination in Walking and Running | VeryWell Fit

2) Overpronation | Sports Injury Clinic

3) Qual é o seu tipo de pisada? | Hora do treino

4) What is pronation? | Running Warehouse