Disque 4003-8033   ou

Acidentes no trabalho

Dentre os respondentes, 4,6% relataram ter sofrido algum acidente de trabalho nos últimos 12 meses. Não foi estabelecida nenhuma relação relevante entre o gênero dos respondentes e a ocorrência de acidentes.
 
Tabela com a comparação de acidentes de trabalho sofridos por homens e mulheres.
 
A relação entre horas em pé ou andando e a ocorrência de acidentes de trabalho também foi estudada nesta pesquisa e é possível perceber que há uma tendência de aumento de acidentes de acordo com o período em pé ou andando.
 
Gráfico com a relação entre acidentes de trabalho e gênero.
 
Um estudo da regressão nos permite comparar a ocorrência de acidentes de trabalho da população que passa a jornada de trabalho sentada com aquela que passa 8 horas em pé ou andando:
 
Tabela com a relação de ocorrência de acidentes em pé ou andando com o gênero.
 
É possível ver uma diferença gritante entre esses dois cenários. Para homens o percentual de pessoas que sofrem acidente trabalhando 8 horas em pé, é 11 vezes maior que aqueles que ficam sentado. Já para mulheres esse número é 54 vezes maior.

Clique nos links abaixo para saber mais detalhes sobre a pesquisa “O trabalho e a relação com os pés, tornozelos e joelhos”.

Características dos trabalhadores do estudo

Características do trabalho

Problemas nos pés causados pelo trabalho

Consequências econômicas do tempo em pé e as dores

Característica dos pés